Podemos falar em capital financeiro-monopolista quando analisamos a China?

Autores

Palavras-chave:

China, Capital Financeiro-Monopolista, Acumulação de Capital, Exportação de Capital, Financeirização, Acumulação por Despossessão

Resumo

A internacionalização das empresas chinesas tem capturado a atenção global há certo tempo. Nas décadas posteriores à implementação política do Going Global, ao mesmo tempo que se vê a transformação da base produtiva chinesa, percebe-se também a mudança no patamar de renda média nacional, a erradicação da pobreza extrema, dentre tantas outras transformações próprias do país que rapidamente tornou-se a maior economia global em poder de compra paritário (GDP/PPP). Hoje, longe das preconcepções ligadas ao baixo valor agregado de suas manufatura, à produção baseada em trabalho intensivo e à concepções macroeconômicas adstritas às “vantagens naturais” da economia de escala, empresas transnacionais chinesas competem no mercado mundial em diversos seguimentos produtivos...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Samuel Spellmann, Universidade Estadual da Paraíba

Mestrando em Relações Internacionais na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Especialista em Direito Processual Civil pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC) (2019). Advogado, graduado em Direito pela UEPB (2016). Assistente do Editor-chefe da Revista Brasileira de Políticas Públicas e Internacionais (RPPI). Membro Pleno do Grupo de Estudos e Pesquisa em Ásia Pacífico (GEPAP) e da International Initiative for Promoting Political Economy (IIPPE).

Alexandre César Cunha Leite, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Possui graduação em Ciências Econômicas (1999), mestrado em Economia Política pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo -PUCSP - (2002) e Especialização (pós-graduação) em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUCMINAS - (2007). Doutor em Ciências Sociais/Relações Internacionais (Sociologia, Política, Antropologia, linha de Pesquisa em Relações Internacionais) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUCSP - (2011).

Downloads

Publicado

2020-02-14

Como Citar

SPELLMANN, Samuel; LEITE, Alexandre César Cunha. Podemos falar em capital financeiro-monopolista quando analisamos a China?. Seminário Pesquisar China Contemporânea, Campinas, SP, n. 3, 2020. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/chinabrasil/article/view/3163. Acesso em: 24 abr. 2024.