Os Institutos Confúcio no Brasil

possibilidades de inserção da China por meio da diplomacia cultural

Autores

  • Paulo Roberto Tadeu Menechelli Filho Universidade de Brasília

Palavras-chave:

Soft Power, Diplomacia Cultural, Institutos Confúcio, China, Brasil

Resumo

Nas primeiras duas décadas do século XXI, o governo da China elegeu como uma de suas principais iniciativas o fortalecimento da diplomacia cultural chinesa. Entre os elementos dessa estratégia global encontra-se o Instituto Confúcio (IC), uma plataforma para o ensino e para a difusão da cultura e da língua chinesas. Incentivado por robustos recursos estatais, o IC cresceu de sua primeira unidade na Coreia do Sul, em 2004, para mais de 1.000 afiliadas em 134 países no final de 2015. Somente na América Latina, já existem 35 IC e 18 Salas de Aula Confúcio, localizadas em 15 dos 21 países da região, com mais de 50.000 alunos. Além disso, em 2014, foi estabelecido o Centro Regional de Institutos Confúcio para América Latina (CRICAL) no Chile, visando a coordenar o trabalho dos IC da região e a fortalecer a cooperação e o intercâmbio culturais entre os IC...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Roberto Tadeu Menechelli Filho, Universidade de Brasília

Paulo Roberto Tadeu Menechelli Filho é Doutorando e Mestre em Relações Internacionais pelo Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília e Bacharel em Direito pela Universidade de São Paulo. Trabalhou como Assessor para Assuntos Internacionais da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo (2014-2015) e como Consultor do Ministério da Cultura do Brasil (2015-2016), em projeto visando à internacionalização da cultura brasileira. 

Downloads

Publicado

2020-02-13

Como Citar

FILHO, Paulo Roberto Tadeu Menechelli. Os Institutos Confúcio no Brasil: possibilidades de inserção da China por meio da diplomacia cultural . Seminário Pesquisar China Contemporânea, Campinas, SP, n. 3, 2020. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/chinabrasil/article/view/3155. Acesso em: 24 abr. 2024.