Laços e traçados da China no Brasil

implantação de infraestrutura energética e a componente socioambiental

Autores

  • Laura Cristina Feindt Urrejola Silveira Universidade de Brasília

Palavras-chave:

Relações bilaterais China-Brasil, setor elétrico brasileiro, vazios estratégicos, Energia na Amazônia

Resumo

Para manter seus índices de crescimento econômico a China desenvolveu uma política dediplomacia e segurança energética, viabilizando de maneira pragmática o acesso as fontesde energia renováveis, ou não, além de suas fronteiras, fora do seu “espaço vital”,garantindo o provimento e confiabilidade de sua matriz. Analisamos todos os contratosde concessão, disponibilizados pelo órgão regulador brasileiro, a ANEEL, tendo comoempreendedor empresas estatais chinesas especializadas na área de distribuição, geraçãoe transmissão. Outro objetivo foi analisar os empreendimentos de interesse da China naregião amazônica brasileira e qual o “status” do cumprimento das exigências contidas nosprocessos de licenciamento ambiental, consultando os órgãos competentes pela emissãodas licenças...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Laura Cristina Feindt Urrejola Silveira, Universidade de Brasília

Professora voluntária no Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília - IREL/UnB (disciplina GEOPOLÍTICA). Professora Assistente no Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília - IREL/UnB (disciplina RELAÇÕES INTERNACIONAIS DA CHINA). Bolsista Capes (2017 - 2019). Membro do Centro de Estudos Ásia-América Latina (ASIALAC-UnB) e da Rede Brasileira de Estudos da China (RBChina). Doutoranda em Relações Internacionais no IREL/UnB.

Downloads

Publicado

2020-02-13

Como Citar

SILVEIRA, Laura Cristina Feindt Urrejola. Laços e traçados da China no Brasil: implantação de infraestrutura energética e a componente socioambiental. Seminário Pesquisar China Contemporânea, Campinas, SP, n. 3, 2020. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/chinabrasil/article/view/3144. Acesso em: 24 abr. 2024.