Lisboa, cidade triste e alegre, de Victor Palla & Costa Martins

Autores

  • Tereza Siza

DOI:

https://doi.org/10.20396/studium.v0i41.12620

Palavras-chave:

Fotografia e cidade, Produção portuguesa.

Resumo

Lisboa, cidade triste e alegre, publicado em fascículos em 1958/59, é um caso ímpar na produção fotográfica e editorial portuguesa do seu tempo. O texto procura enquadrá-lo na produção nacional e internacional e ressalta o seu carácter inovador. Os autores, Victor Palla (1922-2006) e Manuel Costa Martins (1922-1996), ambos arquitectos, fotografaram a cidade durante três anos e desenvolveram o conceito, a estrutura e o grafismo da obra, - a que chamaram “poema gráfico” - assumindo a autoria comum de todas as fotografias. Palla & Costa Martins criam uma nova estética urbana, reforçando o papel do sujeito operador, ligando as imagens fotográficas à cultura e interesses do sujeito – à literatura, ao desenho, ao design, ao cinema. Como a fotografia, a cidade é um conjunto de situações, de atmosferas, de vivências: tão estilhaçada como as imagens que se tiram dela.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tereza Siza

É fotógrafa e autora de textos sobre história, crítica e teoria da fotografia. Licenciada em Filosofia; atividades didáticas entre 1970 - 1989.

Downloads

Publicado

2019-06-30

Como Citar

SIZA, T. . Lisboa, cidade triste e alegre, de Victor Palla & Costa Martins. Studium, Campinas, SP, n. 41, p. 46–56, 2019. DOI: 10.20396/studium.v0i41.12620. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/studium/article/view/12620. Acesso em: 30 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigos