Banner Portal
Por los senderos de la justicia indígena boliviana
PDF

Palavras-chave

Pluralismo jurídico
Conflito de competição
Autoridades indígenas

Como Citar

CHAMBI MAYTA, Roger Adan. Por los senderos de la justicia indígena boliviana : un dialogo con la Amawt’a Marcela Quisbert. Maloca: Revista de Estudos Indígenas, Campinas, SP, v. 2, p. e019005, 2020. DOI: 10.20396/maloca.v2i.13397. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/maloca/article/view/13397. Acesso em: 16 abr. 2024.

Resumo

O exercício do pluralismo jurídico boliviano nas mãos dos povos indígenas demonstrou as contradições do que está estipulado na lei com a prática. A experiência da Amawt’a Marcela Quisbert, principal líder no primeiro processo de Conflito de Competência entre a Jurisdição Camponesa Indígena Original e a Jurisdição Ordinária levantada no Vale do Zongo, é um testemunho dos limites que as autoridades indígenas cruzam na época de exercer seus direitos coletivos no quadro normativo plural. A partir disso, nesta entrevista, pretendemos divulgar este cenário de conflito e as diferentes estratégias de resistência que emergiram das autoridades indígenas, uma vez que foram dirigidas pelas formalidades da Jurisdição Ordinária.

https://doi.org/10.20396/maloca.v2i.13397
PDF

Referências

(o texto não possui referências)

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2019 Roger Adan Chambi Mayta

Downloads

Não há dados estatísticos.