Banner Portal
A questão ambiental a partir da teoria marxista da dependência
Imagem capa: Mídia NINJA
PDF

Palavras-chave

Capitalismo
Dependência
Natureza

Como Citar

PALAR, Juliana Vargas; GRANATO, Leonardo. A questão ambiental a partir da teoria marxista da dependência: possíveis diálogos e intersecções. Cadernos Cemarx, Campinas, SP, v. 17, n. 00, p. e023004, 2023. DOI: 10.20396/cemarx.v17i00.17429. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/cemarx/article/view/17429. Acesso em: 18 jun. 2024.

Resumo

O intercâmbio entre o ser humano e a natureza é uma marca da história da humanidade. Contudo, ele é dotado de especificidades conforme cada formação social. No capitalismo, essa relação é orientada para a obtenção de valor. Entretanto, essa relação também possui suas particularidades, dado que esse sistema se constitui como uma totalidade integrada diferenciada. A teoria marxista da dependência pontua as particularidades do capitalismo nas economias dependentes. Contudo, ela não aborda diretamente como a questão ambiental pode ser compreendida nesses países. Em razão disso, urge o seguinte questionamento: como a questão ambiental pode ser compreendida a partir da teoria marxista da dependência? Para responder a essa questão, o presente trabalho empregará o referencial teórico de matriz marxista, o método de abordagem indutivo, o método de procedimento histórico e a técnica de pesquisa bibliográfica. O objetivo é apontar se há particularidades da questão ambiental nos países dependentes.

https://doi.org/10.20396/cemarx.v17i00.17429
PDF

Referências

AITA, Dimitri; SILVA, Maria; DAVID, Thomaz. Imperialismo, desenvolvimento econômico e degradação ambiental: uma análise da crise ecológica sob a perspectiva dicotômica centro-periferia. Rev. Direito Econ. Socioambiental, Curitiba, v. 8, n. 3, p. 457-480, 2017.

BUENO, Igor. Dependência, questão agrária e globalização: interpretações econômico-políticas e jurídicas da estrangeirização da terra no Brasil. 2019. 152 f. Dissertação (Mestrado) – Curso de Direito, UFSM, Santa Maria, 2019.

BUTLER, Judith. O corpo inorgânico no jovem Marx. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 16, p. 1-18, 2021.

BURKETT, Paul. Marx and nature: a red and green perspective. New York: St. Martin’s Press, 1999.

COHEN, Benjamin J. A questão do imperialismo: a economia política da dominação e dependência. Rio de Janeiro: Zahar, 1976.

FOLADORI, Guillermo. A questão ambiental em Marx. Crítica Marxista, São Paulo, v.1, n.4, p.140-161, 1997.

FOSTER, John; BURKETT, Paul. Marx and the Ear th:an anti-critique. Boston: Brill, 2016.

FOSTER, John; CLARK, Brett; YORK, Richard. The ecological rift: capitalism’s war on the earth. New York: Monthely Review Ress, 2010.

FOSTER, John. A ecologia de Marx: materialismo e natureza. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005.

FURTADO, Celso. O mito do desenvolvimento econômico. São Paulo: Paz e Terra, 1974.

GOMEZ, André. A Dialética da natureza de Marx: os antagonismos entre capital e natureza. 2004. 109 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Filosofia, PUC, Rio de Janeiro, 2004.

KATZ, Claudio. Teoria da dependência. São Paulo: Expressão Popular, 2020.

LÖWY, Michael. Ecossocialismo: o que é, por que precisamos dele, como chegar lá? Germinal: marxismo e educação em debate, Salvador, v. 13, n. 2, p. 471-482, 2021.

LÖWY, Michael. O que é o ecossocialismo? São Paulo: Cortez, 2014.

LOUREIRO, Carlos. Materialismo histórico-dialético e a pesquisa em educação ambiental. Pesquisa em educação ambiental, São Paulo, v. 9, n. 1, p. 53-68, 2014.

LUCE, Mathias Seibel. Teoria marxista da dependência: problemas e categorias. Uma visão histórica. São Paulo: Expressão popular, 2018.

MARINI, Ruy Mauro. Dialética da dependência. Germinal: marxismo e educação em debate, Salvador, v. 9, n. 3, p. 325-356, 2017.

MARX, Karl. Manuscritos econômicos filosóficos. São Paulo: Boitempo, 2010.

MARX, Karl. Os despossuídos. São Paulo: Boitempo, 2017.

MARX, Karl. O Capital: Livro I: o processo de produção do capital. São Paulo: Boitempo, 2013.

MARX, Karl; ENGELS; Friedrich. O manifesto comunista. São Paulo: Boitempo, 2010.

MUNIZ, Lenir. Ecologia política: o campo de estudo dos conflitos sócio-ambientais. Repocs, v. 6, n. 12, p. 181-196, 2009.

O’CONNOR, James. Natural Causes: Essays in Ecological Marxism. New York: The Guilford Press, 1998.

PRADO JUNIOR, Caio. Teoria marxista do conhecimento e método dialético materialista. Discurso, São Paulo, v. 4, n. 4, p. 41-78, 1973.

SAITO, Kohei. Os cadernos ecológicos de Marx. Crítica Marxista, Campinas, n. 50, p. 193-2013, 2020.

SCHIAN, Rodolfo Medeiros. Marx: a relação sociedade-natureza. 2011. 135 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ciências Sociais, PUC, São Paulo, 2011.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Juliana Vargas Palar, Leonardo Granato

Downloads

Não há dados estatísticos.