Políticas neoliberais de Damares Alves

uma análise a partir da teoria da reprodução social

Autores

  • Isabela Hümmelgen Central European University

DOI:

https://doi.org/10.20396/cemarx.v16i00.17285

Palavras-chave:

Neoliberalismo, Políticas públicas, Discurso

Resumo

Este artigo analisa dois discursos de Damares Alves sobre políticas públicas propostas pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), a partir do marco teórico da Teoria da Reprodução Social (TRS), conforme formulado por feministas marxistas. Mais especificamente, trata-se das falas da Ministra na ocasião de lançamento da campanha “A Força da Mulher Brasileira” e do programa “Equilíbrio Trabalho-Família.” Em termos metodológicos, emprega-se uma perspectiva feminista da Análise Crítica do Discurso (ACD) para investigar como as questões de ‘gênero’ e ‘cuidado’ estão implicadas nos discursos da Ministra. Na discussão dos dois casos, elabora-se como Damares Alves, para além representar o setor neoconservador do governo Bolsonaro, está inserida em sua racionalidade neoliberal, já que privilegia a meritocracia, o individualismo e a privatização do cuidado. Por meio da moldura teórica da TRS, conclui-se que a orientação das políticas do Ministério resulta na individualização das desigualdades sociais, raciais e de gênero em cima da carga de trabalho de reprodução social realizada pelas mulheres.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Isabela Hümmelgen, Central European University

Doutoranda em Direito na Central European University (Áustria).

Referências

AGUIAR, P.; LONDRES, M. “Eu não sou feminista, sou feminina”, diz ministra Damares Alves. R7.com, 8 mar. 2020.

ARAUJO, B. A formação do movimento de mulheres negras no Brasil (1978-2000): uma abordagem a partir da teoria da reprodução social. Doutorado em História—Niterói: Universidade Federal Fluminense, 2020a.

ARAUJO, B. Lélia Gonzalez, intérprete do capitalismo brasileiro. Jacobin Brasil, 13 set. 2020b.

ARAÚJO, C.; MURAKAWA, F. Bolsonaro: Trabalhador terá de escolher entre mais direitos ou emprego. Valor Econômico, 4 dez. 2018.

ARRUZZA, C. Dangerous Liaisons: the marriages and divorces of marxism and feminism. Pontypool: Merlin Press, 2013.

ARRUZZA, C. Funcionalista, determinista e reducionista: o feminismo da reprodução social e seus críticos. cadernos cemarx, v. 10, p. 39–60, 2017.

BARRETO, R. DE A. Enegrecendo o Feminismo ou Feminizando a Raça: Narrativas de Libertação em Angela Davis and Lélia Gonzalez. Dissertação em HIstória Social da Cultura—Rio de Janeiro: Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), 2005.

BHATTACHARYA, T. How Not to Skip Class: Social Reproduction of Labor and the Global Working Class. Em: BHATTACHARYA, T. (Ed.). Social Reproduction Theory: Remapping Class, Recentering Oppression. London: Pluto Press, 2017.

BIROLI, F.; MACHADO, M. DAS D. C.; VAGGIONE, J. M. Gênero, neoconservadorismo e democracia: Disputas e retrocessos na América Latina. São Paulo: Boitempo, 2020.

BOLSONARO, J. Discurso do Presidente da República, Jair Bolsonaro, durante Cerimônia de Posse no Congresso Nacional. Disponível em: https://www.gov.br/planalto/pt-br/acompanhe-o-planalto/discursos/2019/discurso-do-presidente-da-republica-jair-bolsonaro-durante-cerimonia-de-posse-no-congresso-nacional Acesso em: 8 abr. 2020.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. . de outubro de 1988, Sec. Brasília.

BRENNER, J.; LASLETT, B. Gender, Social Reproduction, and Women’s Self-Organization: Considering the U.S. Welfare State. Gender and Society, v. 5, n. 3, p. 311–333, 1991.

BROWN, W. In the Ruins of Neoliberalism: The Rise of Antidemocratic Politics in the West. New York: Columbia University Press, 2019.

CERIONI, C. Menino veste azul e menina veste rosa, diz Damares em vídeo. Exame, 3 jan. 2019.

COMUNICAÇÃO DO SERPRO. Ministra Damares Alves concede Selo Empresa Amiga da Família ao Serpro. 19 dez. 2019.

DOWLING, E. The care crisis: what caused it and how can we end it? 1. ed. London; New York: Verso, 2021.

FAIRCLOUGH, N. Critical discourse analysis and critical policy studies. Critical Policy Studies, v. 7, n. 2, p. 177–197, jul. 2013.

FEDERICI, S. Revolution at point zero: housework, reproduction, and feminist struggle. Oakland: PM Press, 2012.

FEDERICI, S. Notas sobre gênero em O Capital de Marx. Cadernos Cemarx, n. 10, 2017.

FERREIRA, D. M. M.; NASCIMENTO, I. D. S. Representatividade identitária da figura feminina no discurso da ministra Damares Alves. Raído, v. 14, n. 36, p. 475–492, 10 dez. 2020.

FRASER, N. Crisis of Care? On the Social-Reproductive Contradictions of Contemporary Capitalism. Em: BHATTACHARYA, T. (Ed.). Social Reproduction Theory. Remapping Class, Recentering Oppression. London: Pluto Press, 2017. p. 21–36.

GABINETE DA MINISTRA. Portaria n. 1.468, de 19 de julho 2019. Institui o Selo Empresa Amiga da Família (SEAF), destinado a fomentar e reconhecer empresas que adotam práticas organizacionais de equilíbrio entre trabalho e família. 22 jul. 2019, Sec. 139, p. 49.

GABINETE DA MINISTRA. Portaria n. 3.175, de 10 de dezembro de 2020. Institui o Projeto-piloto Qualifica Mulher e dá outras providências. 11 dez. 2020, Sec. 237, p. 147.

GIMENEZ, M. Marx, women, and capitalist social reproduction: Marxist feminist essays. Chicago: Haymarket Books, 2019.

GONZALEZ, L. Por um feminismo afro-latino-americano: ensaios, interenções e diálogos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2020.

HOWARTH, D. Marx, discourse theory and political analysis: negotiating an ambiguous legacy. Critical Discourse Studies, v. 15, n. 4, p. 377–389, 8 ago. 2018.

IBGE. Outras formas de trabalho 2018 - Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios Contínuas. [s.l.] IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2019. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/trabalho/17270-pnad-continua.html

KLEIN, N. No Is Not Enough: defeating the new shock politics. United Kingdom: Penguin Books, 2018.

LAZAR, M. M. Feminist Critical Discourse Analysis: Articulating a Feminist Discourse Praxis. Critical Discourse Studies, v. 4, n. 2, p. 141–164, ago. 2007.

LEMOS, L. M. A ideologia da ideologia de gênero e a escola. Revista Vértices, v. 19, n. 3, p. 51–62, 30 dez. 2017.

MMFDH. Lançamento do programa Equilíbrio Trabalho-Família. 15 dez. 2020. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=ssEMnUjbOEQ&t=6s Acesso em: 25 jun. 2021

MMFDH. A Força da Mulher Brasileira. Government official page. Disponível em: https://www.gov.br/mdh/pt-br/assuntos/campanha/a-forca-da-mulher-brasileira Acesso em: 25 jun. 2021a.

MMFDH. Dia da Mulher: Governo Federal lança campanha sobre a força da mulher no Brasil - YouTube. 8 mar. 2021b. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=j5FKGKDBNW4 Acesso em: 25 jun. 2021

MMFDH. Campanha - A força da mulher brasileira. 8 mar. 2021c. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=FCA1tFBNyxQ Acesso em: 25 jun. 2021

MMFDH. Programa Equilíbrio Trabalho-Família. Government official page. Disponível em: https://www.gov.br/mdh/pt-br/navegue-por-temas/familia/acoes-e-programas/programa-equilibrio-trabalho-familia Acesso em: 25 jun. 2021d.

MMFDH. Ministra de Estado da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. Government official page. Disponível em: https://www.gov.br/mdh/pt-br/damares-alves>. Acesso em: 25 jun. 2021e.

MMFDH. Você sabia? Disponível em: https://www.gov.br/mdh/pt-br/assuntos/qualifica-mulher/voce-sabia. Acesso em: 27 jun. 2021f.

MOJAB, S. Marxism and Feminism. London: Zed Books, 2015.

MORAIS, T. Damares Alves critica movimentos feministas modernos. RENOVA Mídia, 14 mar. 2020. Disponível em: https://renovamidia.com.br/damares-alves-critica-movimentos-feministas-modernos/. Acesso em: 26 mar. 2020

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. Decreto n. 10.570, de 9 de dezembro de 2020. Institui a Estratégia Nacional de Fortalecimento dos Vínculos Familiares e o seu Comitê Interministerial. . 2020.

ROSSI, A.; BUENO, R. O Brasil sem home office. revista piauí, 8 jun. 2020.

RUSSI, A. Guedes defende fim de encargos trabalhistas: “não deu agora, vamos fazer depois”. CNN Brasil, 23 jun. 2021.

SILVA, A. Live com a Ministra Damares [Instagram]. 25 nov. 2020. Disponível em: https://www.instagram.com/adasilvachef/. Acesso em: 27 jun. 2021.

Downloads

Publicado

2022-11-11

Como Citar

HÜMMELGEN, I. Políticas neoliberais de Damares Alves: uma análise a partir da teoria da reprodução social. Cadernos Cemarx, Campinas, SP, v. 16, n. 00, p. e022006, 2022. DOI: 10.20396/cemarx.v16i00.17285. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/cemarx/article/view/17285. Acesso em: 28 jan. 2023.

Edição

Seção

Seção Livre