“Teoria” da reprodução social em debate

uma análise a partir do feminismo marxista socialista

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/cemarx.v15in.esp.15998

Palavras-chave:

Reprodução social, Feminismo socialista, Método materialista histórico dialético

Resumo

Neste artigo foram recuperadas algumas análises das principais autoras da “teoria” da reprodução social, não com o objetivo de realizar uma análise imanente de seus trabalhos, e sim, de analisar as principais contribuições, desde uma postura feminista marxiana e socialista, baseada no uso do método de Marx, o materialismo histórico dialético que, guarda certa ortodoxia e não dogmatismos, entendendo que se trata não de uma “teoria” da reprodução social ou “feminismo” da reprodução social, mas de uma categoria analítica valiosa para a luta anticapitalista pela emancipação humana, a categoria reprodução social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Alana Andreia Pereira, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Doutoranda pelo em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Assistente Social da Secretaria de Educação da Prefeitura Municipal de Jaguariúna.

 

Referências

ANTUNES, R. Os sentidos do trabalho: ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho. São Paulo: Boitempo, 2009.

ARRUZZA, C. “Considerações sobre gênero: reabrindo o debate sobre patriarcado e/ou capitalismo”. In: Revista Outubro, n.23, 1º semestre de 2015. Disponível em: http://outubrorevista.com.br/wp-content/uploads/2015/06/2015_1_04_Cinzia-Arruza.pdf. Acesso em: 26 out. 2021.

ARRUZZA, C. BHATTACHARYA, T. FRASER, N. Feminismo para os 99%: um manifesto. 1ª edição. São Paulo: Boitempo, 2019.

BHATTACHARYA, T. “Introduction: mapping social reproduction theory”. In: BHATTACHARYA, T. Social reproduction theory: remapping class, recentering opression. London: Pluto Press, 2017.

BHATTACHARYA, T. “O que é a teoria da reprodução social?” Originalmente publicado em 10 set. 2013 no periódico Socialist Worker. Tradução para o português publicada na Revista Outubro, n.32, 1º semestre, 2019.

BOTTOMORE, T. Dicionário do pensamento marxista. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1988.

ENGELS, F. A origem da família, da propriedade privada e do Estado. São Paulo: Expressão Popular, 2010.

FEDERICI, S. “Notas sobre gênero em O Capital de Marx”. In: MOVIMENTO ESQUERDA SOCIALISTA. Movimento: crítica, teoria e ação. Ano 4, v. 1, n. 11-12, Porto Alegre: Movimento, 2019.

FEDERICI, S. “Social reproduction theory, History, issues and present challenges”. In: Radical Philosophy, Issue 2.04, series 2, 2019a.

FEDERICI, S. O ponto zero da revolução: trabalho doméstico, reprodução e luta feminista. Tradução Coletivo Sycorax. São Paulo: Elefante, 2019b.

FEDERICI, S. O Calibã e a bruxa: mulheres, corpo e acumulação primitiva. Tradução: Coletivo Sycorax. SP: Elefante, 2017.

FERGUSON, S. “Feminismos interseccionais e da reprodução social: rumo a uma ontologia integrativa”. In: MOVIMENTO ESQUERDA SOCIALISTA. Movimento: crítica, teoria e ação. Ano 4, v. 1, n. 11-12, Porto Alegre: Movimento, 2019.

FERGUSON, S. Women and work: feminism, labour and social reproduction. London: Pluto Press, 2020.

FERGUSON, S., MCNALLY, D. Capital, força de trabalho e relações de gênero. Revista Outubro. Nov 2017. Disponível em: http://outubrorevista.com.br/capital-forca-de-trabalho-e-relacoes-de-genero/. Acesso em: 17 out. 2021.

GIMÉNEZ, M. Marx, women and capitalist social reproduction. Leiden-Londres: Brill, 2019.

GOLDMAN, W. Mulher, Estado e revolução: política familiar e vida social soviética, 1917-1936. São Paulo: Boitempo: Iskra Edições, 2014.

MARX, K. O capital: crítica da economia política. Livro 2: o processo de circulação do capital. São Paulo: Boitempo, 2014.

MARX, K. O capital: crítica da economia política. Livro 1: o processo de produção do capital. São Paulo: Boitempo, 2013.

MARX, K. Manuscritos econômico-filosóficos. [1844] São Paulo: Boitempo, 2010.

MARX, K. A ideologia alemã. 11ª edição – São Paulo: Expressão Popular, 2009.

MARX, K. O capital. Livro I. Capítulo VI (inédito). 1ª edição. São Paulo: Livraria Editora Humas LTDA, 1978.

MÉSZÁROS, I. Para além do capital: rumo a uma teoria de transição. São Paulo: Boitempo, 2011.

VOGEL. L. Marxism and the oppression of women: toward a unitary theory. Chicago, IL: Haymarket Books, 2013.

WOOD, E. M. Democracia contra capitalismo: a renovação do materialismo histórico. São Paulo: Boitempo, 2011.

Downloads

Publicado

2022-02-17

Como Citar

PEREIRA, A. A. “Teoria” da reprodução social em debate: uma análise a partir do feminismo marxista socialista. Cadernos Cemarx, Campinas, SP, v. 15, n. n.esp, p. 1–19, 2022. DOI: 10.20396/cemarx.v15in.esp.15998. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/cemarx/article/view/15998. Acesso em: 30 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos