Raça e classe como relações dialeticamente conectadas

Autores

  • Vítor de Souza Costa Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
  • Gustavo Melo Novais da Encarnação Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.20396/cemarx.v14i00.15153

Palavras-chave:

Raça, Classe, Formação social, Relações sociais

Resumo

O presente artigo busca integrar as discussões correntes sobre a necessidade ou não de estabelecer uma precedência de análise entre relações sociais, exemplificando tal questionamento a partir da raça e da classe. Executa-se uma análise desde a categoria teórica de formação social e desdobra-se em uma leitura histórica que confronta a presença da racialização e da proletarização como conceitos relacionados e com profundas similaridades. Conclui-se defendendo uma leitura não hierárquica destas relações sob o risco de fragilizar ou empobrecer a capacidade analítica da realidade e, portanto, das dinâmicas de opressão ou mesmo das movimentações de resistência e subversão da realidade.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Vítor de Souza Costa, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

Doutorando em Relações Internacionais na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Gustavo Melo Novais da Encarnação, Universidade Federal da Bahia

Doutorando em Administração na Universidade Federal da Bahia.

Referências

ALTHUSSER, Louis. Sobre a reprodução. 2. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.

BOTTOMORE, Tom. Dicionário do pensamento marxista. 2. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2012.

BUKHARIN, Nicolai. A economia mundial e o imperialismo. São Paulo: Nova Cultural,1984.

DAVIS, Angela Y. Lectures on Liberation. In: ROBERTS, Neil (ed.). A Political Companion to Frederick Douglass. Lexington: University Press Of Kentucky, 2018. Cap. 4. p. 107-134.

GOMES, Nilma Lino. Alguns termos e conceitos presentes no debate sobre relações raciais no Brasil: uma breve discussão. In.: EDUCAÇÃO, Ministério da. Brasil. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. Educação anti-racista: caminhos abertos pela Lei Federal nª 10.639/03. Brasília: [s.n.], 2005, págs. 39-64.

GONÇALVES, G; COSTA, S. Um porto no capitalismo global. São Paulo: Boitempo, 2020.

GUIMARÃES, Antonio Sérgio Alfredo. Como trabalhar com “raça” em sociologia. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 1, n. 29, p. 93-107, jan./jun. 2003. Semestral.

HALL, Stuart. Diásporas, ou a lógica da tradução cultural. Matrizes, São Paulo, v. 10, n. 3, p. 47-58, set./dez. 2016. Trimestral.

HARVEY, David. O “novo” imperialismo: acumulação por espoliação. In: PANITCH, Leo; LEYS, Colin. Socialist Register 2004: o novo desafio imperial. Buenos Aires: Consejo.

Latinoamericano de Ciencias Sociales – CLACSO, 2006. Págs. 19-70.

MARX, Karl. Manifesto Comunista. São Paulo: Boitempo, 2010.

MARX, Karl. O Capital: crítica da economia política: Livro 1: o pro-cesso de produção do capital. São Paulo: Boitempo, 2013

MARX, Karl. O capital: crítica da economia-política: livro I – o processo de produção do capital. 2 ed. São Paulo: Boitempo, 2017a.

MARX, Karl. O capital: crítica da economia-política: livro II – o processo de circulação do capital. 2 ed. São Paulo: Boitempo, 2017b.

MARX, Karl. O capital: crítica da economia-política: livro III – o processo global da produção capitalista. 2 ed. São Paulo: Boitempo, 2017c.

MASCARO, Alysson. Estado e Forma Política. São Paulo: Boitempo, 2013.

MBEMBE, Achille. Crítica da razão negra. São Paulo: n-1 edições, 2018.

MOURA, Clóvis. Dialética Radical do Brasil Negro. São Paulo: Anita Garibaldi, 2020.

SHILLIAM, Robbie. The past and present of abolition: reassessing adam smith’s “liberal reward of labor”. Review Of International Political Economy, [S.L.], p. 1-22, 18 mar. 2020. Informa UK Limited. http://dx.doi.org/10.1080/09692290.2020.1741425.

QUIJANO, Aníbal. Colonialidad del Poder, Eurocentrismo y América Latina. In: LANDER, Edgardo. La colonialidad del saber: eurocentrismo y ciencias sociales. Perspectivas latinoamericanas. Buenos Aires: CLACSO, 2000.

Downloads

Publicado

2021-12-03

Como Citar

COSTA, V. de S.; ENCARNAÇÃO, G. M. N. da. Raça e classe como relações dialeticamente conectadas. Cadernos Cemarx, Campinas, SP, v. 14, n. 00, p. e021018, 2021. DOI: 10.20396/cemarx.v14i00.15153. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/cemarx/article/view/15153. Acesso em: 3 jul. 2022.