Antonio Gramsci e a tradução do Marxismo na Índia

um estudo sobre os Subaltern Studies

Autores

  • Camila Massaro de Góes Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.20396/cemarx.v0i7.10887

Palavras-chave:

Antonio Gramsci, Subaltern studies, Hegemonia

Resumo

Esse artigo possui o objetivo de apresentar os resultados de um estudo exploratório sobre a apropriação do pensamento político e social de Antonio Gramsci no âmbito dos chamados Subaltern Studies, destacando os trabalhos de Dipesh Chakrabarty, Gyanendra Pandey, Partha Chatterjee, Ranajit Guha e Gayatri Chakravorty Spivak. Por meio desse estudo pretendeu-se identificar as formas de tradução do pensamento gramsciano e, principalmente, dos conceitos de hegemonia e subalterno pelos Subaltern Studies e individualizar a contribuição específica destes para a compreensão dos processos de constituição de uma direção político-cultural na sociedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Camila Massaro de Góes, Universidade de São Paulo

Mestranda em Ciência Política pela Universidade de São Paulo.

Referências

ARNOLD, David. Gramsci and Peasant Subalternity in India. In: CHATUVERDI, Vinayak (Ed.). Mapping Subaltern Studies and the Postcolonial. Londres: Verso, 2000.

BARATTA, Giorgio. Prefazione. In: SCHIRRU, Giancarlo. Gramsci, le culture e il mondo. Roma: Viella, 2009.

BIANCHI, Alvaro. O laboratório de Gramsci: filosofia, história e política. São Paulo: Alameda, 2008.

BOOTHMAN, Derek. Traducibilitá e processi tradutivi. Perugia: Guerra, 2004.

CHAKRABARTY, Dipesh. Postcoloniality and the Artífice of History: Who Speaks for “Indian” Pasts?. In: GUHA, Ranajit (Ed.). A subaltern studies reader 1986-1995. Minneapolis: Univ. of Minnesota, 1999.

CHAKRABARTY, Dipesh. Subaltern Studies and Postcolonial Historiography. Nepantla: Views from South, 2000.

CHATERJEE, Partha. More on Modes of Power and the Peasantry. In: GUHA, Ranajit (Ed.). Subaltern Studies II. New Delhi: Oxford University Press India, 1983.

CHEDDADI, Abdesselam. Traduzione e cultura nel mondo arabo: uma prospettiva storica. In: SCHIRRU, Giancarlo. Gramsci, le culture e il mondo. Roma: Viella, 2009.

CURTI, L. 2006. Percorsi di subalternità: Gramsci, Said, Spivak. In: CHAMBERS, Iain. Esercizi di potere: Gramsci, Said e il postcoloniale. Roma: Meltemi, 2006.

DEL ROIO, Marcos. Gramsci e a emancipação do subalterno. Revista Sociologia e Política, Curitiba, 29, p. 63-78, nov. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_ arttext&pid=S010444782007000200006&lng=enes&nrm =iso&tlng=enes. Data de acesso: 09/02/2010.

GRAMSCI, Antonio. Quaderni del Carcere a cura di Valentino Gerratana. Turim: Einaudi, 1975.

GUHA, Ranajit (Ed.). A subaltern studies reader 1986-1995. Minneapolis: Univ. of Minnesota, 1999.

GUHA, Ranajit. Subaltern Studies I: Writings on South Asian History and Society. New Delhi: Oxford Univ. Press, 1982.

GUHA, Ranajit; SPIVAK, Gayatri Chakravorty (Eds.). Selected subaltern studies. NewYork; Oxford; Oxford Univ., 1988.

PANDEY, Gyanendra. In defense of the fragment: writing about HinduMuslim riots in Índia today. In: GUHA, Ranajit (Ed.). A subaltern studies reader 1986-1995. Minneapolis: Univ. of Minnesota, 1999. SAID, Edward W. Foreword. In: GUHA, Ranajit; SPIVAK, Gayatri Chakravorty (Eds.). Selected subaltern studies. New York; Oxford; Oxford Univ. 1988.

SUBRAHMANYAM, Sanjay. Prefácio. In: CHATTERJEE, Partha. Colonialismo, Modernidade e Política. Salvador: EDUFBA, CEAO, 2004.

Downloads

Publicado

2015-02-06

Como Citar

GÓES, C. M. de. Antonio Gramsci e a tradução do Marxismo na Índia: um estudo sobre os Subaltern Studies. Cadernos Cemarx, Campinas, SP, n. 7, p. 179–192, 2015. DOI: 10.20396/cemarx.v0i7.10887. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/cemarx/article/view/10887. Acesso em: 1 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos