Posição do Brasil no campo imperialista

Autores

  • João Quartim de Moraes Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/cemarx.v0i7.10879

Palavras-chave:

Libertação nacional, Colônia, Anti-imperialismo, Monopólios, Exploração imperialista

Resumo

A opressão colonial contra a qual os povos da Ásia e da África travaram vitoriosas lutas de libertação nacional não caracteriza a dominação imperialista sobre a América Latina. A luta antiimperialista, em nosso continente, não é, no essencial, anticolonial. Mas qual a dinâmica do desenvolvimento capitalista nos países explorados pelo imperialismo embora independentes enquanto nações?

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

João Quartim de Moraes, Universidade Estadual de Campinas

Professor titular do departamento de filosofia da Universidade Estadual de Campinas.

Downloads

Publicado

2015-02-06

Como Citar

MORAES, J. Q. de. Posição do Brasil no campo imperialista. Cadernos Cemarx, Campinas, SP, n. 7, p. 13–38, 2015. DOI: 10.20396/cemarx.v0i7.10879. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/cemarx/article/view/10879. Acesso em: 29 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos