Banner Portal
Lutas de classes, inflação e estabilização
PDF

Palavras-chave

Lutas
Sócio-política

Como Citar

NOVELLI, José Marcos Nayme. Lutas de classes, inflação e estabilização: uma abordagem sócio-política do caso brasileiro. Cadernos Cemarx, Campinas, SP, v. 1, n. 2, p. 127–132, 2005. DOI: 10.20396/cemarx.v1i2.10804. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/cemarx/article/view/10804. Acesso em: 22 jun. 2024.

Resumo

Em resumo, a teoria marxista do conflito sustenta que a inflação tem origem naslutas de classe, mais precisamente, na luta pela distribuição da renda (conflito distributivo).Uma outra abordagem marxista defende que a inflação tem suas raízes noprocesso de acumulação de capital8 e que o “Estado pode incrementar deliberadamentea inflação como meio conveniente de lidar com problemas que ele é incapaz deresolver, ou que não deseja solucionar de maneira mais fundamental”9 . Como formade evitar a queda da taxa de lucro (e uma crise), o Estado adota políticas monetária efiscal expansionistas, que permitem a elevação dos preços pelas empresas e a transferênciado aumento dos custos para os consumidores. O problema é que o Estado não consegue controlar a subida de preços e, em algum momento, a inflação pode disparar,obrigando-no a implementar políticas monetária e fiscal contracionistas, o queresultará na queda do lucro e do investimento e em crise.
https://doi.org/10.20396/cemarx.v1i2.10804
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2005 José Marcos Nayme Novelli

Downloads

Não há dados estatísticos.