A análise coletiva do trabalho como metodologia de intervenção em saúde do trabalhador
Capa do Eixo 5, sobre Saúde e Qualidade de Vida
PDF

Palavras-chave

Saúde do trabalhador
Análise Coletiva do Trabalho
Análise coletiva do trabalho
Saúde mental no trabalho

Categorias

Como Citar

SANTOS, Guilherme Augusto Gonçalves; ALCANTARA, Ariana Celis. A análise coletiva do trabalho como metodologia de intervenção em saúde do trabalhador. Congresso dos Profissionais das Universidades Estaduais de São Paulo, Campinas, SP, n. 2, p. e023023, 2023. DOI: 10.20396/conpuesp.2.2023.5199. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/conpuesp/article/view/5199. Acesso em: 20 maio. 2024.

Resumo

Introdução: Atualmente os métodos e as ferramentas tradicionais da higiene ocupacional tem se mostrado limitadas para prover proteção, prevenção e até eliminação dos riscos, frente ao considerável aumento do adoecimento por questões de saúde mental. Face a essa problemática, apresentamos um modelo de resolução coletivo, o qual tem as/os trabalhadoras/es como protagonistas. Objetivo: Realizar a escuta qualificada das/os trabalhadoras/es de determinado setor da Universidade de São Paulo. Construir medidas de proteção e prevenção ao adoecimento mental. Metodologia: Partimos do questionamento realizado pelo Centro de Referência de Saúde do Trabalhador (CRST), o qual indagou a USP sobre o motivo da elevada procura do centro por parte de trabalhadores de determinado setor. Para responder o CRST e compreender o trabalho, optamos pelo método da Análise Coletiva do Trabalho (ACT). A ACT é uma metodologia brasileira, que abre caminhos para uma ampla compreensão do trabalho. Resultados: Durante os 44 encontros realizados, foi possível compreender qual é o trabalho desenvolvido, além de entender quais são os principais problemas que afligem as equipes. As impressões obtidas pelo processo de escuta, foram materializadas em relatórios dedicados a cada equipe. Estas, validaram cada documento, após a sua leitura e discussão em coletivo. Conclusão: Para além de buscar uma resposta a um questionamento proveniente de um órgão de vigilância, a experiência de valorizar a escuta e a construção de uma narrativa coletiva sobre o trabalho, se mostrou como um método potente de resolução de problemas complexos relacionados à saúde no trabalho.

https://doi.org/10.20396/conpuesp.2.2023.5199
PDF

Referências

FERREIRA, Leda Leal. Análise coletiva do trabalho: quer ver? Escuta. Revista Ciências do Trabalho. 2015, n.4. pp 125-137. ISSN: 2319-0574. https://rct.dieese.org.br/index.php/rct/article/view/60

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Guilherme Augusto Gonçalves Santos, Ariana Celis Alcantara (Autor)

Downloads

Não há dados estatísticos.