A falando com as mãos!
Capa do Eixo 2 sobre Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação
PDF

Palavras-chave

Prodecad
Libras
Brailer
Diálogo
Educação

Categorias

Como Citar

STAMPONI, Marcela Aparecida da. A falando com as mãos! : a Libras e o código braille nas vivências do Prodecad. Congresso dos Profissionais das Universidades Estaduais de São Paulo, Campinas, SP, n. 2, p. e023150, 2023. DOI: 10.20396/conpuesp.2.2023.5031. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/conpuesp/article/view/5031. Acesso em: 19 maio. 2024.

Resumo

 Introdução: O projeto ocorre na Turma da Criatividade (17 crianças entre 6 e 11 anos)  no espaço de educação não formal no Programa de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente (Prodecad) da  Divisão de Educação Infantil e Complementar (DEdIC) ligado à Diretoria Executiva de Ensino Pré-Universitário (DEEPU) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Objetivo: Proporcionar para esse grupo de crianças aspectos que tangem a acessibilidade da pessoa surda ou cega. Metodologia: As atividades ocorrem diariamente na rotina das crianças durante a permanência no Prodecad. São apresentados para as crianças alguns sinais da Língua de Sinais Brasileira (Libras) e código braille (decodificação tátil do alfabeto). Resultados: As rodas de conversa permitem às crianças a elaboração de aprendizados à sua maneira, assim como prevê a pedagogia da escuta, proposta como fundamento do trabalho na educação não formal. O projeto expandiu-se para diversos setores da Universidade. Pessoas que a dialogaram com as crianças e sobre a cultura surda e visuais e as adaptações sociais necessárias para as pessoas com deficiências auditivas e visuais. Conclusão: Certamente, o projeto é relevante porque apresenta às crianças sobre inclusão e acessibilidade. Esse trabalho pode ser uma inspiração para que outras instituições de educação tracem planos em prol de uma educação inclusiva. O “Falando com as Mãos!” é um exemplo, sem custo financeiro, de que o diálogo é um dos fundamentos para uma proposta de inclusão da diferença.

https://doi.org/10.20396/conpuesp.2.2023.5031
PDF

Referências

ANDRADE, Cyrce et al. Brinquedos e Brincadeiras: o fio da infância na trama do conhecimento. In: NICOLAU, Marieta Lúcia Machado; DIAS, Marina Célia Moraes. Oficinas de Sonho e Realidade: formação do educador da infância. 3. ed. Campinas: Papirus, 2007. Cap. 3. p. 37-74.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários para a prática educativa. 25. ed. Campinas: Paz e Terra, 2004. 144 p.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Marcela Aparecida da Stamponi (Autor)

Downloads

Não há dados estatísticos.