Acesso e permanência estudantil
Capa do Eixo 3 sobre Diversidade, Inclusão e Pertencimento
PDF

Palavras-chave

Permanência estudantil
Estágios extramuros
Curso de Medicina

Categorias

Como Citar

SANTOS, Gislaine Goulart dos; PADILHA, Ronny Roberto; SILVA, Valéria Christiane da; MENEZES, Fabio Husemann. Acesso e permanência estudantil: estágio obrigatório extramuros e mudança do perfil socioeconômico dos estudantes do curso de Medicina. Congresso dos Profissionais das Universidades Estaduais de São Paulo, Campinas, SP, n. 2, p. e023131, 2023. DOI: 10.20396/conpuesp.2.2023.5029. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/eventos/index.php/conpuesp/article/view/5029. Acesso em: 26 maio. 2024.

Resumo

Introdução:  A permanência de estudantes na universidade, por meio de assistência estudantil, se faz necessária para instituir condições financeiras e didático-pedagógicas. No curso de Medicina, o estágio curricular de formação em serviço público na atenção primária é obrigatório; no entanto, alguns desses campos de prática são extramuros, o que, por vezes, dificulta o deslocamento dos estudantes mais vulneráveis socioeconomicamente. Para atender a demanda de transporte terceirizado para os estudantes do 4º ano 2023, que realizam estágio nas Unidades Básicas de Saúde da prefeitura de Campinas, seriam necessárias 20 vans semanais, totalizando 660 durante 33 semanas, com custo total de 297 mil reais. Objetivo: identificar estratégias e viabilizar a permanência de estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica por meio de pagamento de auxílio transporte. Metodologia: estudo descritivo por meio de dois mapeamentos realizados pelo Google Formulário: número de estudantes que possuíam carro e poderiam oferecer carona; estudantes com baixo perfil socioeconômico que já possuem bolsa social e para os com renda per capta até 1,5 salário-mínimo líquido. Resultados: De um total de 129 estudantes, 32 possuíam carro, destes, somente 19 podiam oferecer carona; 29 estudantes foram beneficiados com o auxílio transporte, sendo 22 bolsistas e 7 não bolsistas. O custo total do auxílio transporte foi de R$11.881,00 para subsidiar 1.090 dias de estágio extramuros. Conclusão: o projeto possibilitou refletir sobre a importância da ampliação de políticas de permanência e assistência estudantil para os estudantes que realizam atividades extramuros nas disciplinas que não se enquadram nas regras de estágio.

https://doi.org/10.20396/conpuesp.2.2023.5029
PDF

Referências

COMVEST. Matriculados por Grupos de Ingresso do curso de Medicina – Disponível em: <https://comvest-pesquisa.shinyapps.io/dash-comvest/>. Acesso em 24 set. 2023.

ASSIS, A. C.L. et al. As Políticas de Assistência Estudantil: experiências comparadas em Universidades Públicas Brasileiras. Florianópolis/SC, 2013. Revista Gestão Universitária na América Latina – GUAL, v. 6, n. 4, 2013.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Resolução nº 3, de 20 de Junho de 2014. Diretrizes curriculares nacionais do curso de graduação em medicina. Brasília: Ministério da Educação; 2014.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Gislaine Goulart dos Santos, Ronny Roberto Padilha, Valéria Christiane da Silva, Fabio Husemann Menezes (Autor)

Downloads

Não há dados estatísticos.