Casa dos saberes ancestrais: diálogos com sabedorias indígenas

Autores

Wenceslao Oliveira Júnior
Universidade Estadual de Campinas
https://orcid.org/0000-0002-8640-4756
Alik Wunder
Universidade Estadual de Campinas
https://orcid.org/0000-0003-2336-7000

Palavras-chave:

Índios, Povos indígenas, Sabedoria, Vestibular, Universidades públicas

Sinopse

O livro reúne textos e imagens que contam os sonhos e as ações para a implementação de uma Casa dos Saberes Ancestrais na Universidade Estadual de Campinas em diálogo com as sabedorias indígenas. Está dividido em duas partes: Relatos de um sonho ancestral e Conversas para seguir sonhando, trazendo, respectivamente, escritos de profissionais da Unicamp sobre o percurso até 2020 e escritos de ativistas indígenas e não indígenas com pistas de como seguir adiante na intensificação da presença dos saberes ancestrais na universidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wenceslao Oliveira Júnior , Universidade Estadual de Campinas

Doutor em Educação pela Universidade Estadual de Campinas. Docente da Universidade Estadual de Campinas e Coordenador Geral da Diretoria de Cultura da ProEC/UNICAMP.

Alik Wunder, Universidade Estadual de Campinas

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas. Docente da  Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas.

Referências

ARIAS, Patricio Guerrero. Reflexiones sobre Interculturalidade Quito, Equador: Abya-Yala Editing, 1999.

BENÉ Fonteles 1953, Bragança, Pará, Brasil. Vive em Brasília, Brasil. 32ª Bienal de São Paulo. 2016. Disponível em: http://www.32bienal.org.br/pt/participants/o/2536.

BORUNDA, Stephen N. Cosmovisión mapuche y el viaje cinematográfico: Una entrevista con el cineasta Francisco Huichaqueo Pérez. Media+Environment. 22/09/2019.

Disponível em: https://doi.org/10.1525/001c.11083. Acesso em: 28 jul. 2020.

CÔRTES, Mariana. Diabo e fluoxetina: pentecostalismo e psiquiatria na gestão da diferença. Appris, Curitiba, 2017.

DELIGNY, Fernand. O aracniano e outros textos. São Paulo: n-1 editora, 2015.

KRENAK, Ailton. A presença indígena na universidade. Maloca Revista de estudos indígenas, n. 1, v. 1, p. 9 –16, Campinas jul.- dez, 2018.

KRENAK, Ailton. Ideias para adiar o fim do mundo. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

MARTINS, Machado Almires; ORTIZ, Ivarra Rosalvo. Cosmovisão guarani, terena e kaiowá do território indígena Jaguapiru e Bororó: coexistência entre eu, tu, nós e os

outros agentes da história e da memória. Tellus, Campo Grande, MS, ano 19, n. 40, p. 213-231, set./dez. 2019.

MIGNOLO, Walter. The darker side of Western modernity: global futures, decolonial options. Durham, NC: Duke University, 2011.

QUIJANO, Aníbal. Coloniality and modernity/rationality. Cultural Studies, v. 21, n. 2–3, p. 168–78, 2007. Disponível em: https://doi.org/10.1080/09502380601164353. Acesso em: 28 jul. 2020.

RUFINO, Luiz. Pedagogias das encruzilhadas. Revista Periferia, v. 10, n. 1, p. 71-88, Jan./Jun. 2018.

SANTOS, Boaventura Sousa. O fim do império cognitivo: a afirmação das epistemologias do sul. Belo Horizonte: Autêntica, 2019.

SANTOS, Sousa Boaventura. Para além do pensamento abissal: das linhas globais a uma ecologia de saberes. Novos estud. – CEBRAP, n. 79. São Paulo, nov. 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-33002007000300004&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 28 jul. 2020.

SOUZA, Tadeu de Paula de. Exus e xapiris: perspectiva améfricana e pandemia. Editora n-1., 2020, disponível em: https://n-1edicoes.org/124. Acesso em 3 set. 2020. (Coleção Pandemia Crítica).

Downloads

Publicado

janeiro 26, 2021

Categorias

Licença

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Detalhes sobre essa publicação

ISBN-13 (15)

ISBN 978-65-88816-02-8

Publication date (01)

2020