Estudo microbiológico fecal de linhagens de camundongos, de estirpes de e. Coli e do meio ambiente em biotérios

Autores

  • Clarice Yukari Minagawa Universidade Estadual de Campinas
  • S. T. Sakata Universidade Estadual de Campinas
  • G. D. Freitas Universidade Estadual de Campinas
  • N. L. Souza Universidade Estadual de Campinas
  • A. M. Moreno Universidade Estadual de Campinas
  • N. R. Benites Universidade Estadual de Campinas
  • P. A. Melville Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i2.8390

Palavras-chave:

E. Coli. Camundongo. Biotério.

Resumo

Os camundongos têm sido muito utilizados na experimentação, devendo sua qualidade microbiológica ser mantida, para evitar que eles adoeçam ou morram, transmitam zoonoses e para que os resultados dos experimentos sejam confiáveis. A Escherichia coli faz parte da microbiota entérica dos mamíferos e as estirpes patogênicas possuem fatores de virulência. Este trabalho teve como objetivos: analisar as microbiotas bacteriana e fúngica das fezes dos camundongos Swiss, C57BL/6, BALB/c, C3H/HePas, C3H/HeJ, MDX e YCx43, verificando se existem diferenças entre elas; avaliar a suscetibilidade “in vitro” aos antimicrobianos das E. coli isoladas; verificar resistência a múltiplos antimicrobianos nas E. coli isoladas; pesquisar os fatores de virulência das E. coli isoladas; identificar os microrganismos dos ambientes em que os animais são mantidos. Coletou-se fezes dos camundongos, semeando-os nos meios BHI, ágar sangue de carneiro 5%, ágar MacConkey e ágar Saboraud dextrose. Foi realizado o antibiograma e PCR das E. coli e a cultura de “swabs” da mesa, maçaneta de porta e exterior das luvas dos funcionários. As linhagens apresentam microbiotas fecais diferentes; as estirpes de E. coli são diferentes em cada linhagem e apresentam resistência a múltiplos antibióticos, as estirpes de E. coli não são patogênicas, as bactérias das salas do biotério não foram influenciadas pela microbiota fecal dos camundongos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Clarice Yukari Minagawa, Universidade Estadual de Campinas

CEMIB/ UNICAMP

S. T. Sakata, Universidade Estadual de Campinas

CEMIB/ UNICAMP

G. D. Freitas, Universidade Estadual de Campinas

CEMIB/ UNICAMP

N. L. Souza, Universidade Estadual de Campinas

CEMIB/ UNICAMP

A. M. Moreno, Universidade Estadual de Campinas

CEMIB/ UNICAMP

N. R. Benites, Universidade Estadual de Campinas

CEMIB/ UNICAMP

P. A. Melville, Universidade Estadual de Campinas

CEMIB/ UNICAMP

Downloads

Publicado

2016-09-12

Como Citar

MINAGAWA, C. Y.; SAKATA, S. T.; FREITAS, G. D.; SOUZA, N. L.; MORENO, A. M.; BENITES, N. R.; MELVILLE, P. A. Estudo microbiológico fecal de linhagens de camundongos, de estirpes de e. Coli e do meio ambiente em biotérios. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 2, p. 160–160, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i2.8390. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8390. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 2 - Desenvolvimento de Ensino, Pesquisa e Extensão