Banner Portal
Ensino e a aprendizagem de fisiologia renal para alunos dos cursos de educação física
PDF

Palavras-chave

Educação física. Fisiologia renal. Ensino

Como Citar

CANOVA, Fernando; KASSISSE, Dora Maria Grassi; VIANA, Lais Rosa; ISHIZU, Larissa Yuri; SILVA, Priscila Cristina da; IGNARRO, Raffaela Silvestre. Ensino e a aprendizagem de fisiologia renal para alunos dos cursos de educação física. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 5, p. 67–67, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/7062. Acesso em: 18 maio. 2024.

Resumo

O ensino e a aprendizagem de Fisiologia Humana para alunos dos Cursos de  Educação Física é uma tarefa que demanda grande responsabilidade e  dedicação. Pelo olhar do aluno, os conceitos são fundamentais e compõem a base para sua formação profissional, porém no olhar do docente existe a dificuldade da linguagem e da densidade da informação. O ensino de Fisiologia Renal é especificamente mais complexo, pois os alunos vislumbravam pouca aplicabilidade deste conhecimento em sua futura atividade profissional. Assim, o sistema renal é apresentado contextualizando sua relação com o sistema cardiovascular, respiratório e endócrino. Adicionalmente é destacada a resposta do organismo frente às adversidades do ambiente, clima seco, úmido, frio ou calor, estando o indivíduo em atividade ou em repouso. O módulo de renal é iniciado com apresentação de conceitos básicos como compartimentos líquidos do organismo, pressão osmótica, funções dos rins, incluindo seu papel como tecido endócrino e finalmente reflexo da micção e seu controle. Também neste primeiro encontro, cerca de 50 alunos inscritos nas disciplinas BF410 e BF412 do ano de 2013 da UNICAMP, foram convidados a participar da aula prática. Os voluntários foram submetidos a diferentes manobras como ausência de hidratação por 90 min, super-hidratação com água ou líquido isotônico e dois outros voluntários ingeriram duas xícaras de café. O volume total de urina produzida é utilizada para medidas de fluxo, osmolaridade, densidade, pH, cor e turbidade. Os resultados são utilizados como eixo integrador de todo o módulo, desenvolvendo então os conceitos de desidratação, hidratação e re- hidratação.

PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Fernando Canova, Dora Maria Grassi Kassisse, Lais Rosa Viana, Larissa Yuri Ishizu, Priscila Cristina da Silva, Raffaela Silvestre Ignarro

Downloads

Não há dados estatísticos.