Banner Portal
Ações domesticadoras no assentamento de reforma agrária 12 de Julho/RS
PDF

Palavras-chave

Ações domesticadoras
Biodiversidade
Assentamento de reforma agrária

Como Citar

FONSECA, L. M. da. Ações domesticadoras no assentamento de reforma agrária 12 de Julho/RS. RURIS (Campinas, Online), Campinas, SP, v. 13, n. 2, p. 18–38, 2022. DOI: 10.53000/rr.v13i2.17037. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/ruris/article/view/17037. Acesso em: 28 fev. 2024.

Resumo

Este artigo classifica três técnicas agrícolas praticadas no Assentamento de Reforma Agrária 12 de Julho/RS em seus distintos modos de ação. O forrageio, o cultivo e o abandono são aqui descritos e classificados em conjuntos de ações de tipo deixar se fazer e deixar de fazer. Essas ações são compreendidas como domesticadoras que, por meio de suas escolhas técnicas geram biodiversidade e tecnodiversidade.

https://doi.org/10.53000/rr.v13i2.17037
PDF

Referências

CARNEIRO DA CUNHA, Manuela. Antidomestication in the Amazon Swidden and its foes. HAU: Journal of Ethnographic Theory, v. 9, n. 1, p. 126-136. 2019.

CABRAL DE OLIVEIRA, Joana et al. Vozes vegetais: resistências e história da floresta. São Paulo: Ubu Editora/IRD, 2020.

DIGARD, Jean-Pierre. A biodiversidade doméstica, uma dimensão desconhecida da biodiversidade animal. Anuário Antropológico, v. 37, n. 2, p. 205-223. 2012.

DIGARD, Jean-Pierre. La domestication animale revisitée par l’anthropologie. Ethnozootechnie. n. 71, p. 33-44. 2003.

FERNANDES, Bernardo. A territorialização do MST - Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra - Brasil. Revista NERA, v. 1, n.1, p. 02-44, 1998.

FERNANDES, Bernardo. O MST e as reformas agrárias do Brasil. Debates. Año IX n. 24. 2008.

FERRET, Carole. Towards an anthropology of action: from pastoral techniques to modes of action. Journal of Material Culture, v. 19 n. 3, p. 279-302. 2014.

HAUDRICOURT, André-Georges. Domesticação de animais, cultivo de plantas e tratamento do outro. Série Tradução n. 7, PPGAS/DAN, 2013 [1962].

HAUDRICOURT, André-Georges. Nature et culture dans la civilisation de l'igname : l'origine des clones et des clans. L'Homme, v. 4 n°1, p. 93-104, 1964.

HUI, Yuk. Tecnodiversidade. São Paulo: Ubu Editora. 2020.

LOPES DICKEL, Simone. O processo histórico de desapropriação da fazenda Annoni. XXVIII Simpósio Nacional de História. Florianópolis. 2015.

SAUTCHUK, Carlos Emanuel. Introdução. Técnica e/em/como transformação. In: SAUTCHUK, Carlos Emanuel (Org.) Técnica e Transformação: perspectivas antropológicas. Rio de Janeiro: ABA Publicações, 2017, p. 11-36.

SIGAUT, François. Technology. In: Companion Encyclopedia of Anthropology. INGOLD, Tim (Ed.). London: Routledge, 1994, p. 420-459.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 RURIS (Campinas, Online)

Downloads

Não há dados estatísticos.