Para além das máquinas de adorável graça: cultura haker, cibernética e democracia

Autores

Rafael Evangelista
Universidade Estadual de Campinas
https://orcid.org/0000-0001-5446-5792

Palavras-chave:

Cibernética, Cultura hacker, Ética hacker, Democracia

Sinopse

Com um recorte histórico que parte dos anos 1950, o jornalista, cientista social e doutor em Antropologia Rafael Evangelista traz uma abordagem original das ações e do pensamento hacker, esses apaixonados por tecnologia que adquirem prestígio entre seus pares a partir do enfrentamento de problemas complexos e suas ações criativas no desenvolvimento de software. O autor mostra como o hacking se consolidou no movimento do software livre e como essa mobilização tecnológica, enraizada nas práticas colaborativas e na produção do comum, obteve no Brasil um terreno fértil para a sua expansão. Segundo Evangelista, a ação e a ética hackers foram determinantes na construção dos sistemas que organizam as redes de comunicação digital e nos usos que fazemos delas hoje. Longe de uma apologia às potencialidades das grandes calculadoras que recebiam, então, o nome de computadores, Rafael Evangelista dedica parte do livro aos riscos à democracia abertos com as possibilidades de controle e vigilância dos cidadãos. Com título que remete ao poema de Richard Brautigan (Todos assistidos por máquinas de adorável graça), o livro é o segundo volume da coleção Democracia Digital, organizada pelo professor e sociólogo Sergio Amadeu da Silveira, com edição exclusivamente para o formato digital.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael Evangelista, Universidade Estadual de Campinas

Doutor em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Pesquisador do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor) da UNICAMP.

Referências

ALENCAR, Anderson Fernandes de et al. Software livre, cultura hacker e ecossistema da colaboração. São Paulo: Momento Editorial, 2009. Disponível em: http://www.acervo.paulofreire.org:8080/jspui/handle/7891/3564. Acesso em: 9 jun. 2017.

BARBROOK, Richard. Futuros imaginários: das máquinas pensantes à aldeia global. São Paulo: Peirópolis,2009.

BRETON, Philippe; PROULX, Serge. Sociologia da comunicação. São Paulo: Loyola, 2002.

BRETON, Philippe. L’Utopie de la communication: le mythe du “village planétaire”. Paris: La Découverte, 1995.

BRETON, Philippe. The Culture of the Internet and the Internet as Cult: Social Fears and Religious Fantasies. Trad. David Bade. Duluth, MN: Litwin Books, LLC, 2011.

CASTELLS, Manuel. A era da informação: economia, sociedade e cultura. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

COLEMAN, E. Gabriella. Coding Freedom: The Ethics and Aesthetics of Hacking. Princeton: Princeton University Press, 2013.

COLEMAN, E. Gabriella; GOLUB, Alex. “Hacker practice: Moral genres and the cultural articulation of liberalism”. Anthropological Theory. v. 8, n. 3, 2008, p. 255-77.

EVANGELISTA, R. A.; KANASHIRO, M. M. “Cibernética, internet e a nova política dos sistemas informacionais”. In: COCCO, Giuseppe (org.). Gabinete digital: análise de uma experiência. Porto Alegre: Corag/Imprensa Oficial do Estado do Rio Grande do Sul, 2013.

EVANGELISTA, Rafael de Almeida. Traidores do movimento: política, cultura, ideologia e trabalho no software livre. Tese de doutorado. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social. Campinas: Unicamp, 2010. Disponível em:

http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/280201. Acesso em: 7 nov. 2017.

HARAWAY, D. “Antropoceno, capitaloceno, plantationoceno, chthuluceno: fazendo parentes”. ClimaCom. Campinas: Unicamp, 2016. 10 p.

HARAWAY, D.; KUNZRU, H.; TADEU, T. Antropologia do ciborgue: as vertigens do pós-humano. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

HARVEY, David. A Brief History of Neoliberalism. Oxford, Oxford University Press, 2005.

HIMANEN, Pekka. A ética dos hackers e o espírito da era da informação. Rio de Janeiro: Campus, 2001.

KELTY, Christopher M. Two Bits: The Cultural Significance of Free Software. Durham: Duke University Press, 2008.

LAFONTAINE, Céline. O império cibernético. Lisboa: Instituto Piaget, 2004.

LEVY, Steven. Hackers: Heroes of the Computer Revolution. Nova York: Doubleday, 1984.

MCCULLAGH, Declan. “Norway Cracks Down on DVD Hacker”. Wired. Disponível em:https://www.wired.com/2002/01/norway-cracks-down-on-dvd-hacker/. Acesso em: 13 abr. 2017.

MOROZOV, Evgeny. The Net Delusion: The Dark Side of Internet Freedom. Nova York: PublicAffairs, 2011.

MOROZOV, Evgeny. To Save Everything, Click Here: The Folly of Technological Solutionism. Nova York: PublicAffairs,2013.

OLMA, Sebastian. “Never Mind the Sharing Economy: Here’s Platform Capitalism”. Disponível em: http://networkcultures.org/mycreativity/2014/10/16/never-mind-the-sharing-economy-heresplatform-capitalism/. Acesso em: 31 maio 2017.

POWELL, Alison. “Hacking in the Public Interest: Authority, Legitimacy, Means and Ends”. New Media and Society. v. 18, n. 4, 2016, p. 600-16.

RODRIGUEZ, Pablo. Historia de la información. Buenos Aires: Capital Intelectual, 2012.

SAMSON, Peter R. “The TMRC Dictionary”. Disponível em: http://www.gricer.com/tmrc/tmrcdictionary-intro.html. Acesso em: 8 nov. 2017.

SHAW, Aaron. “Insurgent Expertise: The Politics of Free/Livre and Open Source Software in Brazil”. Journal of Information Technology & Politics. v. 8, n. 3, 2011, p. 253–72.

TECH MODEL RAILROAD CLUB. Abridged Dictionary of the TMRC Language. Disponível em: http://tmrc.mit.edu/dictionary.html. Acesso em: 8 nov. 2017.

THE ECONOMIST. “Data is giving rise to a new economy”. Disponível em:

http://www.economist.com/news/briefing/21721634-how-it-shaping-up-data-giving-rise-neweconomy. Acesso em: 9 jun. 2017.

TORVALDS, Linus. Só por prazer: Linux, os bastidores da sua criação. Rio de Janeiro: Campus, 2001.

TURNER, Fred. From Counterculture to Cyberculture: Stewart Brand, the Whole Earth Network, and the Rise of Digital Utopianism. Chicago: University of Chicago Press, 2006.

WIENER, Norbert. Cibernética e sociedade: o uso humano de seres humanos. São Paulo: Cultrix, 1968.

WILLIAMS, Sam. Free as in Freedom: Richard Stallman’s Crusade for Free Software. Boston: O’Reilly Media, 2012. Disponível em: http://www.oreilly.com/openbook/freedom/. Acesso em: 9 jun. 2017.

WOLF, Eric R. Envisioning Power: Ideologies of Dominance and Crisis. Berkeley: University of California

Press, 1999.

ZUBOFF, Shoshana. “Big Other: Surveillance Capitalism and the Prospects of an Information

Civilization”. Journal of Information Technology, v. 30, n. 1, 2015, p. 75-89. Disponível em: http://papers.ssrn.com/abstract=2594754. Acesso em: 10 ago. 2016.

ZUBOFF, Shoshana. The Secrets of Surveillance Capitalism. Frankfurter Allgemeine, 2016. Disponível em: http://www.faz.net/aktuell/feuilleton/debatten/the-digital-debate/shoshana-zuboff-secrets-ofsurveillance-capitalism-14103616.html. Acesso em: 9 jun. 2017.

Downloads

Publicado

março 28, 2019

Detalhes sobre essa publicação

ISBN-13 (15)

978-85-9493-103-0

Publication date (01)

2018

Dimensões físicas

14cm x 21cm x 3cm