Implantação de um banco de embriões de camundongos no CEMIB/UNICAMP

Autores

  • Luiz Augusto Corrêa Universidade Estadual de Campinas
  • Luiz Afonso Pires Universidade Estadual de Campinas
  • Ana Cristina Prado Veiga Universidade Estadual de Campinas
  • Selmo Vicente Bernardino da Silva Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i1.8942

Palavras-chave:

Embriões de camundongos. Desenvolvimento celular precoce

Resumo

Estudos com estágios de desenvolvimento celular precoce realizados nas décadas de 50 e 60 conduziram ao desenvolvimento de tecnologias voltadas para o congelamento de embriões. Como consequência, não apenas o controle de qualidade de meios e fármacos pode ser aprofundado (efeitos embriotóxicos, teratogênicos, etc) mas, principalmente tornou-se possível a perpetuação dos padrões sanitários  (saúde) e genéticos (elevado número de linhagens) de animais de laboratório.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Augusto Corrêa, Universidade Estadual de Campinas

CEMIB/UNICAMP

Luiz Afonso Pires, Universidade Estadual de Campinas

CEMIB/UNICAMP

Ana Cristina Prado Veiga, Universidade Estadual de Campinas

CEMIB/UNICAMP

Selmo Vicente Bernardino da Silva, Universidade Estadual de Campinas

CEMIB/UNICAMP

Downloads

Publicado

2016-10-31

Como Citar

CORRÊA, L. A.; PIRES, L. A.; VEIGA, A. C. P.; SILVA, S. V. B. da. Implantação de um banco de embriões de camundongos no CEMIB/UNICAMP. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 1, p. 66–66, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i1.8942. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8942. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Biomédicas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)