Implantação no CEMIB/UNICAMP da colônia de camundongos NOD (non obese diabetic)

Autores

  • Delma Pegolo Alves Universidade Estadual de Campinas
  • Luiz Augusto Corrêa Passos Universidade Estadual de Campinas
  • Marcos Zanfolin Universidade Estadual de Campinas
  • Edivana Aparecida Vespa Alves Universidade Estadual de Campinas
  • Claudia Aparecida Scarelli Universidade Estadual de Campinas
  • Alda José Antonio Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i1.8913

Palavras-chave:

Colônia de camundongos. Modelo experimental. Síndrome hiperglicemia

Resumo

A linhagem NOD (Non Obese Diabetic) de camundongos representa um modelo experimental importante de diabetes autoimune, similar ao diabetes mellitus insulina-dependente (DMID) humano (Makino et al., 1980). O animal representa síndrome hiperglicêmica que se desenvolve espontaneamente entre o 4º e o 6º mês de vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Delma Pegolo Alves, Universidade Estadual de Campinas

CEMIB/UNICAMP

Luiz Augusto Corrêa Passos, Universidade Estadual de Campinas

CEMIB/UNICAMP

Marcos Zanfolin, Universidade Estadual de Campinas

CEMIB/UNICAMP

Edivana Aparecida Vespa Alves, Universidade Estadual de Campinas

CEMIB/UNICAMP

Claudia Aparecida Scarelli, Universidade Estadual de Campinas

CEMIB/UNICAMP

Alda José Antonio, Universidade Estadual de Campinas

CEMIB/UNICAMP

Downloads

Publicado

2016-10-31

Como Citar

ALVES, D. P.; PASSOS, L. A. C.; ZANFOLIN, M.; ALVES, E. A. V.; SCARELLI, C. A.; ANTONIO, A. J. Implantação no CEMIB/UNICAMP da colônia de camundongos NOD (non obese diabetic). Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 1, p. 37–37, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i1.8913. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8913. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Biomédicas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>