Banner Portal
Dinâmica do chapéu: possibilidade de trabalhar a identidade com bebês
PDF

Palavras-chave

Educação infantil. Música. Identidade.

Como Citar

PARRA, Cecilia; BAQUEIRO, Maria Lúcia; CORAL, Anna Karina. Dinâmica do chapéu: possibilidade de trabalhar a identidade com bebês. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 6, p. 210–210, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8885. Acesso em: 15 jun. 2024.

Resumo

Ao adentrar o espaço coletivo, a creche normalmente é o primeiro local onde as crianças se relacionarão com outras de sua idade. Assim iniciam seu convívio com o outro que lhe é parecido ao mesmo tempo que é diverso/ diferente. Nesta idade é fundamental o trabalho com a identidade, com seu nome para que aos poucos as crianças possam reconhecer esse mundo que vai para além do próprio eu. Relatamos aqui a experiência vivida no Convivência I do CECI – Centro de Convivência Infantil/ UNICAMP com bebês de 6 meses a 1 ano e 3 meses onde a música foi o elemento desencadeador de tais vivências de reconhecimento de si e do outro. A dinâmica do chapéu consiste em cantarmos uma música que menciona o nome de cada criança em sua letra; neste momento o chapéu é colocado na cabeça da criança. A partir das repetições e pedidos das próprias crianças que começaram a demonstrar de forma não-verbal seu desejo pela música, trazendo-nos o chapéu ou utilizando outros materiais na cabeça como baldes e peneiras e batendo palmas, reconhecemos o quanto esta vivência tem sido significativa para elas. Hoje muitos acompanham a música com palmas, reconhecem seu nome quando cantado e outros, que já caminham, levam o chapéu até os colegas, que é uma forma de interagirem entre eles e perceberem esse entorno se ampliando.

PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Cecilia Parra, Maria Lúcia Baqueiro, Anna Karina Coral

Downloads

Não há dados estatísticos.