O olhar integral ao paciente portador de feridas utilizando tratamento fitoterapico em ambulatorio: centro de saúde da comunidade da UNICAMP/CECOM

Autores

  • Rosane Gomes Rocha Universidade Estadual de Campinas
  • Sonia Maria Dorta Ferreira Universidade Estadual de Campinas
  • Fernanda Sucassas Frison Universidade Estadual de Campinas
  • Robson Pereira Silva Universidade Estadual de Campinas
  • Tatiane Freitas Mata Universidade Estadual de Campinas
  • Michelli Cristina Bortolan Universidade Estadual de Campinas
  • Rosane Pereira Navarro Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i6.8878

Palavras-chave:

Feridas. Tratamento. Fitoterapicos. Integrativa. Cuidados.

Resumo

Considerando o indivíduo na sua dimensão global, quando na situação de seu processo de adoecer, a Prática Integral e Complementar - PIC corrobora para a integralidade da atenção à saúde. Essa linha de cuidado envolve abordagens que buscam estimular os mecanismos naturais de prevenção de agravos e recuperação da saúde, com ênfase na escuta acolhedora e no desenvolvimento do vínculo terapêutico. Dentre as práticas, a Fitoterapia é uma terapêutica caracterizada pelo uso de plantas medicinais em suas diferentes formas farmacêuticas, sem a utilização de substâncias ativas isoladas. Na rede municipal de Campinas o tratamento fitoterápico tem se revelado uma prática em expansão, os curativos são feitos com os medicamentos manipulados, aplicados e prescritos pelo Enfermeiro. Desde 2010, o CECOM tem implantado o Programa de Atendimento a Feridas com o mesmo protocolo utilizado pela rede municipal de Campinas. O objetivo do trabalho é apresentar os resultados do olhar integral aos pacientes portadores de feridas do CECOM. Estudo descritivo, do tipo quantitativo, utilizando uma amostra de 194 casos que foram assistidos pelo ambulatório de feridas do CECOM, no período de janeiro/2011 a dezembro/ 2012. Em dois anos, desde a implantação do serviço de Consulta com Enfermeiro Estomaterapeuta, houve aumento do número de consultas, da taxa de cura com diminuição do tempo de tratamento das lesões agudas e das lesões crônicas, e por fim o aumento de adesão ao tratamento. O uso da PIC com fitoterápicos aproximou pacientes ao serviço e sua estratégia holística de atendimento proporcionou a aderência ao tratamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosane Gomes Rocha, Universidade Estadual de Campinas

Me formei como enfermeira generalista pela UFRGS e atuei como enfermeira clinica e cirúrgica dentro da pratica alopatica por muitos anos. Sou especialista em estomaterapia, área de feridas e ostomas, formada pela USP. Atualmente minha área de interesse desviou-se da praxis alopática e fui me especializando no cuidado holístico e integrativo através da fitoterapia e aromaterapia com excelentes resultados no Tratamento de feridas. 

Sonia Maria Dorta Ferreira, Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em Enfermagem pela Universidade Paulista, (Campinas, 2007). Com especialização em Geriatria e Gerontologia, (Campinas, 2008) e especialização em Cuidados Paliativos, (São Paulo, 2012). Atualmente trabalho no Centro de Saúde da Comunidade (CSS-CECOM) da Universidade Estadual de Campinas.

Fernanda Sucassas Frison, Universidade Estadual de Campinas

‎Enfermeira na Universidade Estadual de Campinas.

Robson Pereira Silva, Universidade Estadual de Campinas

Técnico em enfermagem no Cecom da Unicamp.

Tatiane Freitas Mata, Universidade Estadual de Campinas

Técnico em enfermagem no Cecom da Unicamp.

Michelli Cristina Bortolan, Universidade Estadual de Campinas

Técnico em enfermagem no Cecom da Unicamp.

Rosane Pereira Navarro, Universidade Estadual de Campinas

Técnico em enfermagem no Cecom da Unicamp.

Downloads

Publicado

2016-10-27

Como Citar

ROCHA, R. G.; FERREIRA, S. M. D.; FRISON, F. S.; SILVA, R. P.; MATA, T. F.; BORTOLAN, M. C.; NAVARRO, R. P. O olhar integral ao paciente portador de feridas utilizando tratamento fitoterapico em ambulatorio: centro de saúde da comunidade da UNICAMP/CECOM. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 6, p. 204–204, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i6.8878. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8878. Acesso em: 3 out. 2022.

Edição

Seção

Eixo 3 - Desenvolvimento Humano, Saúde, Sustentabilidade e Qualidade de Vida

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>