Estabelecimento de protocolo para micropropagação de b. Portulacoides (amaranthaceae)

Autores

  • Viktor Krejci Nunes Universidade Estadual de Campinas
  • Marcos José Salvador Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i6.8871

Palavras-chave:

Germoplasma. Cultura de tecidos vegetais. Blutaparon portulacoides.

Resumo

Objetiva-se neste trabalho o estabelecimento de protocolo para cultura de tecidos vegetais (importante ferramenta para conservação de germoplasma e para manutenção da espécie ameaçada) com a espécie Blutaparon portulacoides (A. St.-Hil.) Mears, esta espécie ocorre entre o limite superior da maré alta e as dunas e está ameaçada pela ação antrópica. Para tanto proceder-se-á adequação de metodologia dos ensaios biológicos e de procedimentos bioquímicos e da biotecnologia vegetal. O material vegetal foi coletado em seu habitat natural na faixa litorânea em duas localidades: Maricá (RJ) e Ubatuba (SP), em seguida foi cultivado em casa de vegetação, sendo assim uma fonte de material vegetal para todo o trabalho. Explantes (segmentos do caule e as porções mais apicais) foram coletados e submetidos a experimentos in vitro, eles foram distribuídos em 6 variações do meio de cultura M&S (MURASHIGE; SKOOG, 1962), para cada variação o experimento contou com 30 repetições, foram avaliados o desenvolvimento da zona pilífera e o comprimento médio das raízes principais. Sendo que o tratamento com 40g/L de Sacarose e metade dos macro-nutrientes do meio padrão M&S esteve presente entre todos os grupos que apresentaram melhor resultado dentro do experimento, sendo assim uma alternativa para a micropropagação desta espécie.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Viktor Krejci Nunes, Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em Ciências Biológicas (2015) pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). É funcionário na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) junto ao Departamento de Biologia Vegetal do Instituto de Biologia desde 2014. 

Marcos José Salvador, Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em Farmácia-Bioquímica (2000), mestrado em Ciências Farmacêuticas (2002) e doutorado em Química (2005) todos pela Universidade de São Paulo (USP). Durante o doutorado realizou estágio no exterior na University of Florida (2005) sob orientação do Prof. Dr. Hartmut Derendorf na área de disposição cinética de produtos naturais, química orgânica e química analítica.

Downloads

Publicado

2016-10-27

Como Citar

NUNES, V. K.; SALVADOR, M. J. Estabelecimento de protocolo para micropropagação de b. Portulacoides (amaranthaceae). Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 6, p. 196–196, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i6.8871. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8871. Acesso em: 28 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 3 - Desenvolvimento Humano, Saúde, Sustentabilidade e Qualidade de Vida