Reabilitação multidisciplinar em caso de reabsorção dental interna/externa

Autores

  • Wellington Pereira Santos Universidade Estadual de Campinas
  • Ilze Soares Universidade Estadual de Campinas
  • Ângela Tiziani Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i6.8825

Palavras-chave:

Tratamento endodôntico. Reabsorção dental externa. Reabsorção dental interna. MTA.

Resumo

As reabsorções dentais são situações raras na Odontologia. Neste caso clínico, um paciente leucoderma, gênero feminino, apresentou-se na clínica odontológica do Cecom, para tratamento endodôntico do elemento 22. Ao exame radiográfico inicial, constatou-se a presença de reabsorção interna e externa do 21, que apresentava-se assintomático. A paciente não se recordava de ter sofrido trauma na referida região. A única queixa com relação a este elemento era a presença ocasional de uma fístula em gengiva marginal, da qual saia um exsudato. A paciente submeteu-se ao tratamento endodôntico e restaurador do 22, e a seguir ao tratamento multidisciplinar do 21 (endodontia, periodontia e dentística). Inicialmente o tratamento endodôntico do 21 foi realizado por um endodontista, obturando-se o terço apical da raiz com guta – percha + sealer 26, e o restante do conduto com MTA. Após 01 semana a paciente retornou para complementação estética do vedamento da reabsorção externa. Foi realizado um retalho em mucosa, por uma periodontista, o qual foi elevado, sendo a raiz debridada em seguida. Áreas vedadas com MTA, após a presa, ficam enegrecidas, daí a necessidade de substituição desta parte por um material mais estético. A partir daqui uma especialista em estética realizou a remoção desta parte do MTA, realizando em seguida uma restauração transcirúrgica com resina fotopolimerizável. Feita a restauração, a periodontista reposicionou o retalho e realizou as suturas. O caso está em acompanhamento há 18 meses, sem sinais de reativação das reabsorções e sem comprometimento periodontal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wellington Pereira Santos, Universidade Estadual de Campinas

Fisioterapeuta graduado pela Universidade Estadual de Londrina (2002), com especialização em Fisioterapia Respiratória pela Universidade Estadual de Londrina (2004), mestrado em Ciências da Reabilitação pela Faculdade de Medicina da USP (2007) e doutorado em Ciências pelo Programa de Fisiopatologia Experimental da Faculdade de Medicina da USP (2011). É fisioterapeuta responsável pela área de Desenvolvimento do Serviço de Reabilitação do Hospital Sírio-Libanês (HSL).

Ilze Soares, Universidade Estadual de Campinas

Dentista no Cecom da Unicamp.

Ângela Tiziani, Universidade Estadual de Campinas

Possui especialização pelo Associação dos Cirurgiões Dentistas de Campinas (1995). Atualmente é Dentista da Universidade Estadual de Campinas. Tem experiência na área de Odontologia.

Downloads

Publicado

2016-10-27

Como Citar

SANTOS, W. P.; SOARES, I.; TIZIANI, Ângela. Reabilitação multidisciplinar em caso de reabsorção dental interna/externa. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 6, p. 179–179, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i6.8825. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8825. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 3 - Desenvolvimento Humano, Saúde, Sustentabilidade e Qualidade de Vida