Banner Portal
Tentativa de suícidio por ingestão de soda cáustica. Aspectos psicológicos e sociais. Relato de caso grave
PDF

Palavras-chave

Suicidio. Disfagia. Depressão. Cirurgia. Qualidade de vida.

Como Citar

ALMEIDA, A. M. N.; GASPARONI, A. R. F.; TERCIOTI JÚNIOR, V.; COELHO NETO, J. de S.; LOPES, L. R.; TINCANI, A.; ANDREOLLO, N. A. Tentativa de suícidio por ingestão de soda cáustica. Aspectos psicológicos e sociais. Relato de caso grave. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 6, p. 163–163, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8784. Acesso em: 25 fev. 2024.

Resumo

A ingestão de soda caustica (SC) e substâncias corrosivas, como tentativa de suicídio no adulto, tem sido uma ocorrência freqüente, causando graves queimaduras no esôfago e sofrimento. O sucesso do tratamento de paciente com um episódio depressivo depende essencialmente da qualidade da relação médico-paciente. A Psicóloga e a Assistente Social possuem um papel fundamental, resgatando vínculos familiares e provendo assim a sua reinserção como portador de direitos e resgate de sua autoestima que foram perdidos ao longo do tempo, inserindo a família no processo doença-saúde e recuperação. O estudo contou com aplicação de questionários específicos pela Psicóloga seguidos de atendimentos e entrevista pela Assistente Social. Foi realizado durante a internação em um período de 14 meses. A paciente foi operada para reconstrução do trânsito alimentar. Na evolução apresentou pneumonias graves de repetição, teve a traqueostomia definitiva, passando a ingerir alimentos líquidos e pastosos via oral com facilidade. Apresentava quadro depressivo grave, moderada ansiedade e com idéias suicidas. A Psicologia e a Assistente Social estiveram ligadas a esses cuidados, encaminhando o caso para o Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS) onde está sendo conduzido com atividades diárias, além do suporte territorial do Centro de Referencia de Assistência Social (CRAS). Apesar de tratar-se de doença adquirida benigna, as complicações existentes podem limitar ou impedir a vida normal e a qualidade de vida dos doentes. É importante e fundamental que os pacientes com essas complicações tenham apoio multidisciplinar da equipe que o assiste, principalmente do ponto de vista psicológico, social e humano.

PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Ana Maria Neder Almeida, Adriana Renata Ferrari Gasparoni, Valdir Tercioti Júnior, João de Souza Coelho Neto, Luiz Roberto Lopes, Alfio Tincani, Nelson Adami Andreollo

Downloads

Não há dados estatísticos.