Abordagem terapêutica de úlcera venosa crônica por enfermeiro especialista: relato de experiência

Autores

  • Su Yan Ling Kiyohara Universidade Estadual de Campinas
  • Paula de Moura Piovesana Universidade Estadual de Campinas
  • Maura Antonio Dias Corrêa Volpi Universidade Estadual de Campinas
  • Eloysa Marques Fernandes Pivetti Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i6.8783

Palavras-chave:

Insuficiência venosa. Ferida. Enfermagem.

Resumo

A insuficiência venosa crônica dos membros inferiores causa incapacidade e representar importante problema de ordem socioeconômica, pode conduzir à invalidez, levando a piora na qualidade de vida. Relatar um caso clínico de tratamento domiciliar de úlcera venosa crônica . Descrição de caso clínico com avaliação inicial, conduta terapêutica e evolução, documentado com registro fotográfico e planimetria com o programa ImageTool®. Cliente E.B., 91 anos, deambulante com auxílio, apresentando lesão em membro inferior esquerdo há 50 anos. Na avaliação inicial apresentava duas úlceras venosas: no dorso do pé esquerdo com 16,36 cm2, e em região face medial lateral da perna esquerda com 50,27 cm2. Lesões crônicas e tecido de granulação com pontos de necrose e esfacelos. Aspecto sangrante e com biofilme. Exsudato com aspecto seropurulento, amarelado, moderada quantidade, ausência de odor. Queixa de dor intensa. O tratamento foi focado no controle da colonização e redução do exsudato, optando-se por faixa compressiva e curativo com prata nanocristalizada e debridamento instrumental conforme a necessidade. Após controle do exsudato, foi utilizado hidrogel com alginato de cálcio e papaína 3%. Em oito meses, houve redução no tamanho das úlceras em 47% da região face medial lateral da perna esquerda e 85% do dorso do pé e diminuição da dor. O enfermeiro especialista é fundamental no processo de avaliação da ferida para o desenvolvimento de um plano terapêutico que compreende adequação do cuidado tópico, uso de terapia compressiva e orientações ao paciente e seu cuidador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Su Yan Ling Kiyohara, Universidade Estadual de Campinas

Enfermeira Supervisora no Hospital das Clinicas da UNICAMP.

Paula de Moura Piovesana, Universidade Estadual de Campinas

Possui mestrado (2011), licenciatura (2014), graduação (2003), mestrado (2012) e doutorado (2015) em Enfermagem pela Universidade Estadual de Campinas. Pós-graduação em especializações modalidade residência em Cardiologia (2005) e em Prevenção e Controle de Infecção relacionada à Assistência à Saúde (2013) pela Universidade Federal de São Paulo, e especialização em estomaterapia pela Universidade Estadual de Campinas. Atualmente é enfermeira no Hospital de Clínicas da UNICAMP.

Maura Antonio Dias Corrêa Volpi, Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em Enfermagem pelo Centro Universitário Herminio Ometto de Araras (1997), e pós-graduação em Estomaterapia pela Universidade Estadual de Campinas -UNICAMP (2009).

Eloysa Marques Fernandes Pivetti, Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em Enfermagem pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1980) e Pós Graduação em Estomoterapia pela Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp(2009). Atualmente é enfermeira da Fundação de Desenvolvimento da Universidade Estadual de Campinas,(Funcamp) desenvolvendo as atividades no AME de Limeira, Ambulatório Médico de Especialidades do Governo do Estado de São Paulo.

Downloads

Publicado

2016-10-27

Como Citar

KIYOHARA, S. Y. L.; PIOVESANA, P. de M.; VOLPI, M. A. D. C.; PIVETTI, E. M. F. Abordagem terapêutica de úlcera venosa crônica por enfermeiro especialista: relato de experiência. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 6, p. 162–162, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i6.8783. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8783. Acesso em: 28 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 3 - Desenvolvimento Humano, Saúde, Sustentabilidade e Qualidade de Vida