Ouvidoria interna do CAISM: atendimento ao funcionário em plantões noturnos

Autores

  • Silvana Di Blasio Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i2.8771

Palavras-chave:

Ouvidoria interna. Trabalho noturno. Ouvidoria hospitalar

Resumo

A Ouvidoria Interna do CAISM foi criada em setembro de 2003, tendo como uma das atribuições “Garantir um canal de comunicação entre o funcionário (UNICAMP/FUNCAMP), alunos, residentes, médicos, estagiários e a Administração do CAISM “. No Código de Ética do Ouvidor/Ombudsman, um dos termos instituídos é: “Facilitar o acesso à Ouvidoria, simplificando seus procedimentos, agindo com imparcialidade e justiça”. Dentro desses importantes princípios já delineados e contando com o apoio da atual Administração do CAISM, surgiu a proposta de realização de atendimentos noturnos da Ouvidoria Interna, com o objetivo de facilitar o acesso aos funcionários que iniciam seu turno de trabalho às 19 horas. Inicialmente foram estipulados plantões mensais, com a possibilidade de ampliação para atendimentos quinzenais. A disponibilidade dos plantões noturnos tem se mostrado importante para fortalecer a divulgação do trabalho do ouvidor, estabelecer um contato mais dinâmico e direto com os funcionários do período noturno, oferecer informações e orientações e facilitar o recebimento de demandas e demais manifestações presenciais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvana Di Blasio, Universidade Estadual de Campinas

CAISM /UNICAMP

Downloads

Publicado

2016-09-12

Como Citar

DI BLASIO, S. Ouvidoria interna do CAISM: atendimento ao funcionário em plantões noturnos. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 2, p. 296–296, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i2.8771. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8771. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 3 - Desenvolvimento Humano, Saúde e Qualidade de Vida