Banner Portal
Estudo comparativo das abordagens oriental e ocidental da depressão
PDF

Palavras-chave

Depressão. Saúde coletiva

Como Citar

AREIAS, M. E. Q.; BERAQUET, M. I. G. Estudo comparativo das abordagens oriental e ocidental da depressão. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 2, p. 265–265, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8711. Acesso em: 24 fev. 2024.

Resumo

Tanto do ponto de vista Ocidental (CID 10-Classificação Internacional das Doenças) como do ponto de vista Oriental (CCMD-2R-Classificação Diagnóstica Chinesa) a Depressão é considerada um transtorno de humor, incluindo em seu diagnóstico o humor deprimido prolongado, interesse ou prazer acentuadamente diminuído, perda ou ganho significativo de peso sem estar em dieta, insônia ou hipersonia quase todos os dias, entre outros sintomas. No Ocidente há várias formas de tratamento incluindo comumente, fármacos e psicoterapias. No Oriente, embora os sintomas sejam parecidos, a etiologia é vista em conjunto com o envolvimento dos órgãos internos como fígado e coração e o tratamento é feito com acupuntura e fitoterápicos. Nos últimos anos as pesquisas realizadas em diferentes paises, sobretudo na China e indexadas na Medline (He, J.; Chiam, P.F., 2007, Kemper, K.J.; Shannon, 2007 entre outros), apontam que os resultados do tratamento de Depressão com acupuntura são promissores e suplantam o tratamento com alopáticos, sugerindo uma alternativa viável e de baixo custo para a Saúde Coletiva.
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Maria Elenice Quelho Areias, M. I. G. Beraquet

Downloads

Não há dados estatísticos.