Correlações entre as variavéis IMC, gordura corporal e relação c/q em mulheres praticantes de atividade fisica e sua relação com a qualidade de vida para realização das atividades da vida diária (AVDS)

Autores

  • F. L. Lima Universidade Estadual de Campinas
  • Carlos Aparecido Zamai Universidade Estadual de Campinas
  • M. Bergantin Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i2.8690

Palavras-chave:

Qualidade de vida. Atividades da vida diária. Gordura corporal.

Resumo

Este trabalho apresenta um estudo populacional feito com funcionários praticantes regulares de atividade física (ginástica para condicionamento físico). Foram feitos estudos de variáveis quantitativas, adotadas pela OMS como significativas para demonstrar qualidade de vida de um individuo ou população. Medidas de gordura corporal (dobras cutâneas), relação C/Q, índice de massa corporal. Para obtenção das medidas utilizou-se de protocolos consagrados pela literatura, como dobras cutâneas (Faulkner, 1973), medidas antropométricas (circunferência da cintura e quadril), peso e altura para calculo do IMC; os valores obtidos, foram correlacionados com tabelas e índices aceitos pela OMS. Para efeito de comparação, as medidas foram realizadas em dois períodos distintos adotando-se os melhores valores obtidos; a fim de se observar possíveis melhoras nos índices e reduzir eventuais erros. Notou-se que o grupo estudado apresentava bons valores de acordo com sua faixa etária, apesar de requerer uma constante manutenção para manter os valores dentro do recomendável pela OMS.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

F. L. Lima, Universidade Estadual de Campinas

CECOM/ UNICAMP

Carlos Aparecido Zamai, Universidade Estadual de Campinas

CECOM/ UNICAMP

M. Bergantin, Universidade Estadual de Campinas

CECOM/ UNICAMP

Downloads

Publicado

2016-09-12

Como Citar

LIMA, F. L.; ZAMAI, C. A.; BERGANTIN, M. Correlações entre as variavéis IMC, gordura corporal e relação c/q em mulheres praticantes de atividade fisica e sua relação com a qualidade de vida para realização das atividades da vida diária (AVDS). Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 2, p. 255–255, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i2.8690. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8690. Acesso em: 28 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 2 - Desenvolvimento de Ensino, Pesquisa e Extensão

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>