Banner Portal
Cooperativismo de crédito na UNICAMP: contexto, início e resultados
PDF

Palavras-chave

Cooperativismo. Endividamento. Economia Solidária.

Como Citar

LINS, Edison Cardoso; BERGANTIN, M. Cooperativismo de crédito na UNICAMP: contexto, início e resultados. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 2, p. 254–254, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8689. Acesso em: 20 abr. 2024.

Resumo

Há que se considerar aqui a cultura brasileira, movida por uma crônica e desigual distribuição de rendas, também de pouca tradição no tocante ao hábito de poupar e, para isso, adotar controle financeiro individual e familiar. Em meados da década de 90 a situação de endividamento entre servidores da Unicamp atingia níveis elevadíssimos e, ainda pior, dívidas contraídas no sistema paralelo de crédito. Uma equipe técnica do SAS-Serviço de Apoio ao Servidor, da qual participamos, procurou conhecer experiências externas de equacionamento deste complexo problema. Surge então contato com experiências interessantes de cooperativismo de crédito em empresas e prefeituras. Com a orientação de agências de fomento a CooperUnicamp foi implantada por 25 funcionários sócio-fundadores, dentre os quais o expositor principal deste trabalho, que também participou da pesquisa sobre o assunto e do grupo que resultou na implantação da experiência na Unicamp. Pouco mais de uma década depois se mostrou ser uma experiência extremamente bem sucedida, gerida por quadro gerencial eficiente e de alcance decisivo em melhorias num aspecto relevante da qualidade de vida pessoal e familiar. Funcionários: 1555 / Docentes: 232 / Total de cooperados: 1.787 / Capital geral: R$4 milhões.
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Edison Cardoso Lins, M. Bergantin

Downloads

Não há dados estatísticos.