Caminhada como ferramenta para estimular à prática regular de atividade física

Autores

  • Adilton Dorival Leite Universidade Estadual de Campinas
  • Rosane Ferreira Garcia Prado Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i2.8682

Palavras-chave:

Exercícios físicos. Qualidade de vida no trabalho. Motivação.

Resumo

A atividade física é preconizada como indicador de qualidade de vida em todas as faixas etárias de caracteres saudáveis e/ ou comprometidos. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de dois milhões de pessoas morrem por ano no mundo em razão do sedentarismo. A caminhada é recomendada como a mais simples das atividades físicas, não necessita de espaço físico diferenciado nem equipamentos, somente um bom par de tênis e orientação correta. A caminhada aumenta a oxigenação dos músculos, colabora no controle do peso e pressão arterial, na redução das taxas de gordura e glicose, além de conferir mobilidade às articulações e equilíbrio. Auxilia no controle do estresse e da depressão. Como objetivo geral buscou-se através da caminhada, estimular a pratica regular de atividades físicas. Como objetivos específicos, integrar os participantes em pensamento e sentimentos através da convivência grupal; refletir sobre a prática regular de exercícios físicos para melhoria da qualidade de vida; sensibilizar os participantes para uma postura positiva diante de sua vida pessoal e profissional. Assim, propomos a participação de nossos colaboradores e seus familiares, lembrando que os adultos de hoje serão os idosos de amanhã, ou seja, o envelhecimento diz respeito a todos nós.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adilton Dorival Leite, Universidade Estadual de Campinas

CAISM/ UNICAMP

Rosane Ferreira Garcia Prado, Universidade Estadual de Campinas

CAISM/ UNICAMP

Downloads

Publicado

2016-09-12

Como Citar

LEITE, A. D.; PRADO, R. F. G. Caminhada como ferramenta para estimular à prática regular de atividade física. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 2, p. 251–251, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i2.8682. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8682. Acesso em: 7 out. 2022.

Edição

Seção

Eixo 3 - Desenvolvimento Humano, Saúde e Qualidade de Vida

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>