Intervenção do assistente social identificando o perfil do paciente internado na enfermaria de cardiologia

Autores

  • Adriana Renata Ferreira Gasparoni Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i2.8649

Palavras-chave:

Cuidador. Família. Relação dialógica.

Resumo

A pesquisa pretende conhecer o perfil do paciente internado, identificar o cuidador e avaliar as situações decorrentes do processo saúde doença fornecendo apoio, orientações e encaminhamentos. A amostra do estudo baseou-se na analise dos registros de atendimentos realizados pelo Serviço Social no período de Janeiro à Dezembro de 2007, perfazendo 508 atendimentos. A pesquisa revelou que os pacientes internados na Enfermaria de Cardiologia trazem consigo inquietações pela falta muitas vezes de conhecimento e orientações quanto ao diagnóstico. Nesse sentido o Serviço Social se dá sob duas dimensões: A primeira a natureza sócia educativa pois, estas questões interferem diretamente no processo de tratamento estando ligadas aos suprimentos de recursos para o atendimento das necessidades básicas. A segunda dimensão é acolhedora permitindo espaço para explicitação das angustias, temores preocupações e duvidas terapêuticas á medida que são manifestadas, amenizando de forma a permitir ao usuário e a família condições de uma relação dialógica entre os usuários, familiares e a toda equipe de saúde que o assiste.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Renata Ferreira Gasparoni, Universidade Estadual de Campinas

HC/ UNICAMP

Downloads

Publicado

2016-09-12

Como Citar

GASPARONI, A. R. F. Intervenção do assistente social identificando o perfil do paciente internado na enfermaria de cardiologia. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 2, p. 237–237, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i2.8649. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8649. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 3 - Desenvolvimento Humano, Saúde e Qualidade de Vida