Você sabe para onde vai o lixo biológico produzido pela UNICAMP e região?

Autores

  • Y. F. Honorio Universidade Estadual de Campinas
  • Maria Susana Correa Alves da Cunha Universidade Estadual de Campinas
  • Soely Maria Pissini Machado Reis Universidade Estadual de Campinas
  • Eliana Maria Pettirossi Motta Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i2.8616

Palavras-chave:

Lixo biológico. Visita técnica. Lixo comum.

Resumo

Mensalmente são geradas cerca de 300 toneladas de lixo biológico em Campinas e região. Esse lixo, considerado Classe A, é proveniente de hospitais, centros de saúde, farmácias, clínicas, laboratórios, ambulatórios, consultórios médicos, odontológicos, veterinários etc. No Laboratório de Ensaios Biológicos do Departamento de Alimentos e Nutrição (DEPAN) da Faculdade de Engenharia de Alimentos, são realizadas pesquisas nutricionais com animais, cujos resíduos: carcaças de animais, sangue, vísceras e material perfurocortante são coletados adequadamente por firma especializada para tratamento e disposição. Com o objetivo de saber o destino final desse tipo de lixo, foi realizada uma visita técnica à empresa MB Engenharia e Meio Ambiente Ltda, responsável pelo tratamento de todo lixo Classe A de Campinas e região. Profissionais de apoio técnico e alunos de pós-graduação do DEPAN acompanharam todo processo de tratamento, no qual o resíduo biológico é triturado, recebe a injeção de vapor d’água (150°C/15 min) e aplicação de ondas eletromagnéticas (95°C/30 min). Após esse tratamento, o lixo já reduzido em até 80% do volume inicial, é considerado lixo comum (Classe D) e disposto em aterro sanitário. Esta visita foi muito importante do ponto de vista técnico, agregando conhecimento aos profissionais envolvidos no gerenciamento de resíduos químicos e biológicos do Departamento de Alimento e Nutrição.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Y. F. Honorio, Universidade Estadual de Campinas

FEA/ UNICAMP

Maria Susana Correa Alves da Cunha, Universidade Estadual de Campinas

FEA/ UNICAMP

Soely Maria Pissini Machado Reis, Universidade Estadual de Campinas

FEA/ UNICAMP

Eliana Maria Pettirossi Motta, Universidade Estadual de Campinas

FEA/ UNICAMP

Downloads

Publicado

2016-09-12

Como Citar

HONORIO, Y. F.; CUNHA, M. S. C. A. da; REIS, S. M. P. M.; MOTTA, E. M. P. Você sabe para onde vai o lixo biológico produzido pela UNICAMP e região?. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 2, p. 229–229, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i2.8616. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8616. Acesso em: 7 out. 2022.

Edição

Seção

Eixo 2 - Desenvolvimento de Ensino, Pesquisa e Extensão

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)