Urbanização e fragilidade potencial do relevo na bacia do córrego Proença, município de Campinas (sp)

Autores

  • Luis Ribeiro Vilela Filho Universidade Estadual de Campinas
  • Antonio Carlos Vitte Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i2.8609

Palavras-chave:

Urbanização. Fragilidade. Enchentes.

Resumo

O acelerado processo de expansão urbana verificado nas últimas décadas, particularmente nas grandes cidades brasileiras, contribuiu de forma significativa para o crescimento dos problemas ambientais urbanos. Dentre esses problemas, a questão das enchentes tem se constituído em um dos mais relevantes por acarretar danos socioambientais por vezes irremediáveis. Em sua gênese, a incidência de enchentes em áreas urbanas está associada às circunstâncias em que se consolida o processo de intervenção no espaço urbano. Essas intervenções alteram e desestabilizam o sistema natural, fazendo com que sua dinâmica passe a responder a novos estímulos e processos, podendo resultar na fragilidade do sistema. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho é caracterizar a situação de risco às enchentes na bacia do córrego Proença, situada nas imediações da área central da cidade de Campinas (SP), a partir da relação entre a fragilidade potencial do relevo, e o processo de produção do espaço urbano em Campinas. A correlação entre os índices morfométricos obtidos possibilitou a identificação dos setores de fragilidade potencial da bacia, de tal forma que, a associação entre o modelo de gestão urbana adotado para a cidade, onde se priorizaram as intervenções viárias e funcionais em detrimento das propriedades morfométricas do espaço natural, resultou em situações de risco na bacia do córrego Proença, nesse caso, risco às enchentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luis Ribeiro Vilela Filho, Universidade Estadual de Campinas

FEAGRI/ UNICAMP

Antonio Carlos Vitte, Universidade Estadual de Campinas

IG/ UNICAMP

Downloads

Publicado

2016-09-12

Como Citar

VILELA FILHO, L. R.; VITTE, A. C. Urbanização e fragilidade potencial do relevo na bacia do córrego Proença, município de Campinas (sp). Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 2, p. 226–226, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i2.8609. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8609. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 2 - Desenvolvimento de Ensino, Pesquisa e Extensão

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)