Banner Portal
Tratamento dos residuos gerados na coloração de gram
PDF

Palavras-chave

Resíduo. Coloração de gram. Cristal violeta. Safranina

Como Citar

FIGUEIREDO, M. G. A.; DIAS, L. P.; AUGUSTO, P. E. D.; CELEGHINI, Renata Maria dos Santos. Tratamento dos residuos gerados na coloração de gram. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 2, p. 221–221, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8600. Acesso em: 13 abr. 2024.

Resumo

Resíduos dos corantes cristal violeta e safranina gerados na coloração de microrganismos pela técnica de Gram são considerados tóxicos para os animais aquáticos, portanto não devem ser lançados nas águas. O destino recomendado para tais resíduos é a incineração, procedimento que demanda custos proporcionais à massa gerada. O presente trabalho propõe uma forma simples de coleta dos corantes e tratamento do resíduo com carvão ativo para redução do impacto ambiental e de custos de incineração. Através deste tratamento foram obtidos resíduos límpidos, testados por espectrofotometria usando análise quantitativa do cristal violeta (método do padrão externo para a construção da curva de calibração) e safranina (limite de quantificação pela relação sinal-ruído 10:1), e resíduo sólido formado por carvão adsorvido com corantes. O sistema de coleta usando frascos permitiu uma recuperação total do corante e águas de lavagem, evitando a eliminação dessas substâncias no esgoto. O tratamento com carvão permitiu a eliminação segura de 70% do volume do resíduo gerado, com redução de espaço de armazenamento e custos de recipientes para acondicionamento, transporte especializado e incineração do resíduo.
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 M. G. A. Figueiredo, L. P. Dias, P. E. D. Augusto, Renata Maria dos Santos Celeghini

Downloads

Não há dados estatísticos.