O trabalho educativo com bebês: a trajetória das professoras da creche área de saúde – UNICAMP

Autores

  • R. S. da Silva Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i2.8547

Palavras-chave:

Educação Infantil. Creches. Formação.

Resumo

O presente trabalho é fruto de um estudo sobre a construção da prática exercida pelas professoras que atuam especificamente no módulo berçário, com crianças na faixa etária de 2 meses e meio a um ano, na Creche Área de Saúde – UNICAMP. Práticas que sofreram modificações e transformações em decorrência da Constituição de 1988 que coloca as creche e as pré-escolas como primeira etapa da educação básica, e a Lei 9694/96 que passa a exigir formação com habilitação do magistério para atuar em creches. Apresenta os modos de ser e viver destas crianças no espaço da creche sob o olhar observador dos registros e das falas das professoras que aprendem no cotidiano da instituição a construir uma identidade própria que respeite as especificidades desta faixa etária, norteadas pela indissociabilidade do cuidar e educar. O estudo objetiva contribuir com pesquisas e reflexões para aquelas(es) que trabalham com esta faixa etária, revelando a profissão, que mesmo sendo da área de Educação, não dá aula, não tem alunos e se baseia na observação para acompanhar o crescimento e as transformações da criança.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

R. S. da Silva, Universidade Estadual de Campinas

CAS/ UNICAMP

Publicado

2016-09-12

Como Citar

SILVA, R. S. da. O trabalho educativo com bebês: a trajetória das professoras da creche área de saúde – UNICAMP. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 2, p. 195–195, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i2.8547. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8547. Acesso em: 28 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 2 - Desenvolvimento de Ensino, Pesquisa e Extensão