As desigualdades socio-territoriais e o acesso aos serviços no suprimento das necessidades dos usuários atendidos pelo serviço social no ambulatório de geriatria do hospital de clínicas/UNICAMP

Autores

  • Ana Maria de Arruda Camargo Universidade Estadual de Campinas
  • Anita Burth Kurka Universidade Estadual de Campinas
  • Ana Carolina Canto Ferreira Universidade Estadual de Campinas
  • Gabriel Trindade Moreira Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i6.8536

Palavras-chave:

Usuários. Serviço de geriatria. Desigualdade socio-territorial. Necessidades. Direito social.

Resumo

Este estudo na perspectiva do território usado, busca compreender o suprimento das necessidades básicas dos usuários atendidos pelo Serviço Social do Ambulatório de Geritria/HC-UNICAMP nos diferentes lugares de Campinas.A base conceitual refere-se a:território usado, constituído de “objetos e ações, sinônimo de espaço humano, espaço habitado”; compreensão da cidadania em uma cidade com desigualdades sócio-territoriais, e o direito ao acesso a serviços.A relevância do tema refere-se a concretização ético-política do trabalho profissional do serviço social na perspectiva de efetivação dos direitos sociais, na construção de sujeitos coletivos autônomos, na socialização de informações dos recursos e possibilidades,na reflexão crítica sobre a cidade e as desigualdades socio-territoriais.Incoporar este olhar possibilita uma atenção à saúde contextualizada considerando relações estabelecidas e vividas no território.Os dados foram coletados de fonte documental: fichas/Serviço Social 2009-2016;levantamento de dados online do mapa de serviços da Saúde,Educação,Assistência Social,Esporte,Cultura,Segurança Pública, Negócios Jurídicos acessados através da Secretaria Municipal da Cidadania,Assistência e Inclusão Social, segundo divisão territorial dos cinco distritos.Dos 208 usuários 33,3% são do distrito Norte, 27% Leste, 26% Sul, 8%Sudoeste e 5,7% Noroeste. Identifica-se que os distritos mais próximos geograficamente do HC/UNICAMP,dispõe de maior oferta de recursos e serviços, conforme dados levantados. São também os mais significativos em concentração de pessoas idosas que buscam os serviços. Apesar do estudo ainda preliminar, podemos inferir que o pressuposto,com base em fundamento teórico, confirma evidências de que estes usuários vivem no cotidiano a contradição da cidade em suas desigualdades socio-territorias no direito e acesso aos serviços.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Maria de Arruda Camargo, Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em Serviço Social, Especialização em Gestão Pública/UNESP (2003), Mestrado em Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1996). Doutoranda (2011-2015) no Programa de Pós Graduação em Gerontologia da Faculdade de Ciências Médicas -FCM da Universidade Estadual de Campinas-UNICAMP.

Anita Burth Kurka, Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em Serviço Social pela Universidade Federal Fluminense (1981), mestrado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1985) e doutorado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2008). Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal de São Paulo-campus Baixada Santista, tendo ministrado aulas nas áreas de Fundamentos Históricos, Teóricos e Metodológicos do Serviço Social, Supervisão de Estágio, Oficina do Trabalho Profissional. 

Ana Carolina Canto Ferreira, Universidade Estadual de Campinas

Bacharel em Serviço Social pela Pontificia Universidade Católica de Campinas.

Gabriel Trindade Moreira, Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em Serviço Social pelo Centro Universitário Salesiano São Paulo (2015). Tem experiência na área de Serviço Social, com ênfase em Serviço Social. Bolsista no programa de Aprimoramento profissional pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP e pós graduando no curso de Serviço Social, Saúde e Envelhecimento pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP.

Downloads

Publicado

2016-10-27

Como Citar

CAMARGO, A. M. de A.; KURKA, A. B.; FERREIRA, A. C. C.; MOREIRA, G. T. As desigualdades socio-territoriais e o acesso aos serviços no suprimento das necessidades dos usuários atendidos pelo serviço social no ambulatório de geriatria do hospital de clínicas/UNICAMP. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 6, p. 140–140, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i6.8536. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8536. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 2 - Desenvolvimento de Ensino, Pesquisa e Extensão