Banner Portal
O emprego de microsatélites na avaliação do genótipo de camundongos nascidos de transplante ovariano
PDF

Palavras-chave

Ovário. Re-implante. Fertilidade

Como Citar

GIMENES, A. P.; SALGADO, A. R.; DIAS, V. L.; CORAT, M. A. F.; PASSOS, L. A. C. O emprego de microsatélites na avaliação do genótipo de camundongos nascidos de transplante ovariano. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 2, p. 190–190, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8508. Acesso em: 2 mar. 2024.

Resumo

A técnica de transplante ovariano em Centros de Criação de Animais de Laboratório é uma importante alternativa na restauração das funções reprodutivas de linhagens de camundongo. Entretanto, resíduos de ovário da receptora, que permaneçam após o procedimento, podem continuar ativos e comprometer o seu sucesso. Para melhor compreender este fenômeno, foram realizados transplantes de ovários em fêmeas de camundongos híbridos da linhagem CB6. Para tanto, ovários de fêmeas isogênicas C57BL/6/Uni foram implantados cirurgicamente em grupos de animais híbridos CB6. Os grupos foram constituídos por fêmeas receptoras de ovário total (Grupo I); ½ ovário (Grupo II) e 2/ 3 do ovario da doadora (Grupo III). Como controle foram utilizados animais ovarectomizados e auto-enxertados. Após esta técnica, as fêmeas foram acasaladas com machos C57BL/6/Uni e acompanhadas por 15 dias para a recuperação da cirurgia. A progênie com pigmentação preta foi avaliada por PCR, com marcadores polimórficos entre as linhagens. Resultados: Grupo I – 95 de um total de 96 de coloração preta confirmaram por técnicas moleculares a origem do ovário da doadora. No grupo II, dos 56 pretos, 32 confirmaram, padrão genético da doadora e no grupo III, dos 56 de cor preta 30 confirmaram o padrão da doadora. Estes resultados demonstram que: a cirurgia não interfere na capacidade reprodutiva; os ovários transplantados preservam a capacidade reprodutiva; a quantidade de tecido ovariano interfere no índice de sucesso; a coloração de pelagem pode ser utilizada como indicativa de sucesso da técnica mas em conjunto com a reação de cadeia da polimerase (PCR).
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Ana Paula Gimenes, Andreia Ruis Salgado, Viviane Liotti Dias, Marcus Alexandre Finzi Corat, Luiz Augusto Correa Passos

Downloads

Não há dados estatísticos.