Banner Portal
Combate ao mosquito aedes aegypti no campus: necessidade de engajamento comunitário
PDF

Palavras-chave

Dengue. Mosquito. Educação em saúde. Comunicação. Vistorias.

Como Citar

TANINAGA, E. K. Combate ao mosquito aedes aegypti no campus: necessidade de engajamento comunitário. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 6, p. 244–244, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8457. Acesso em: 2 mar. 2024.

Resumo

O Grupo de trabalho de Combate à Dengue da Unicamp,desde a sua criação há 15 anos,vem desenvolvendo ações com objetivo de eliminar os criadouros do mosquito Aedes aegypti e diminuir no campus os casos de doenças a ele relacionados (inicialmente a Dengue,desde 2014,a Febre Chikungunya e a partir de 2015 o Zika vírus).Diversas ações foram realizadas nesse período como:“Arrastões”-vistorias realizadas por grupo treinado para localizar e eliminar focos do mosquito no campus,no entorno e na moradia estudantil.Palestras e participação em eventos voltados à comunidade,visando ampliar o conhecimento sobre a doença,o mosquito e a eliminação de focos.Capacitação de membros da Cipa para que vistoriarem permanentemente os prédios e áreas adjacentes.Criação de folders, envio de informes eletrônicos e emails com o objetivo de manter a comunidade informada sobre medidas de combate ao mosquito e orientações sobre a doença.Vigilância entomológica,através de pneus armadilhas espalhados pelo campus.Apesar de todos os esforços,verificamos o aumento da doença e do vetor,levando a discussões sobre novas formas de combate.Redirecionamos as ações focando na responsabilização individual e coletiva de todos da comunidade universitária.Foram reformulados os conteúdos e estratégias de sensibilização,como:palestras,capacitações,informes,reuniões com dirigentes das unidades e envolvimento da administração superior da Unicamp.Criou-se um novo canal de comunicação (dengue@unicamp.br),articulado com as áreas envolvidas,para que os problemas relacionados à detecção e eliminação de focos da dengue pudessem ser encaminhados e sanados,com a elaboração de um protocolo de pronta-resposta às possíveis demandas internas.

PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Edite Kazue Taninaga

Downloads

Não há dados estatísticos.