Uso racional da água - instalação de arejadores supereconômicos nas unidades do campus

Autores

  • Renata Castagnato Universidade Estadual de Campinas
  • Demercios Bueno Bau Universidade Estadual de Campinas
  • Vicente Costa Vale Universidade Estadual de Campinas
  • Marivaldo Sousa da Silva Universidade Estadual de Campinas
  • Jose Pereira de Almeida Universidade Estadual de Campinas
  • Claudinei Crivelari da Silva Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i6.8443

Palavras-chave:

Economia de água. Arejador superconômico. Torneiras. Universidade.

Resumo

Os arejadores supereconômicos são peças instaladas em torneiras que visam proporcionar economia de água diminuindo sua vazão mantendo o conforto de utilização pelo usuário. Foi elaborado um projeto com o objetivo de promover o uso racional da água e otimizar os recursos da Universidade por meio da instalação de arejadores supereconômicos em torneiras de lavatórios das Unidades e Órgãos do campus Barão Geraldo da Unicamp. Em uma primeira etapa do projeto, foram identificadas 3.522 torneiras compatíveis com a instalação destas peças. Em seguida, foi desenvolvido um Projeto Piloto no prédio do Ciclo Básico II onde foi verificada uma economia média de água de 30% após a instalação dos arejadores. Na última etapa, após a instalação de mais de 3.000 peças em todo o campus, observou-se uma redução média de 15 % no consumo de água mensal, conforme medição da SANASA. Esta porcentagem representa um volume aproximado médio de 11 milhões de litros de água por mês gerando uma economia mensal de R$ 396 mil e anual de mais de 4 milhões de reais conforme a tarifa de R$ 36 por metro cúbico (média) cobrada pela SANASA para a Universidade. É importante ressaltar que outras medidas tomadas pontualmente pela Universidade também contribuíram em parte para a obtenção desta economia, mas os resultados do projeto mostraram o potencial possível de economia de água tendo em vista que em cada torneira onde o arejador supereconômico foi instalado há uma economia média de 4 litros de água por minuto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata Castagnato, Universidade Estadual de Campinas

Possui mestrado em Engenharia Civil pela Universidade Estadual de Campinas(2006). Atualmente é Tecnóloga Sanitarista da Universidade Estadual de Campinas. Tem experiência na área de Engenharia Sanitária. 

Demercios Bueno Bau, Universidade Estadual de Campinas

Engenheiro da Divisão de Sistemas.

Vicente Costa Vale, Universidade Estadual de Campinas

Graduando em Medicina pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas.

Marivaldo Sousa da Silva, Universidade Estadual de Campinas

Colaborador da Universidade Estadual de Campinas.

Jose Pereira de Almeida, Universidade Estadual de Campinas

Faculdade de Engenharia de Alimentos da Unicamp.

Claudinei Crivelari da Silva, Universidade Estadual de Campinas

Colaborador da Universidade Estadual de Campinas.

Downloads

Publicado

2016-10-27

Como Citar

CASTAGNATO, R.; BAU, D. B.; VALE, V. C.; SILVA, M. S. da; ALMEIDA, J. P. de; SILVA, C. C. da. Uso racional da água - instalação de arejadores supereconômicos nas unidades do campus. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 6, p. 234–234, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i6.8443. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8443. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 3 - Desenvolvimento Humano, Saúde, Sustentabilidade e Qualidade de Vida

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)