Exposição ocupacional e hipersensibilidade ao látex nos trabalhadores das equipes de enfermagem e médica da uti neonatal de um hospital universitário

Autores

  • Rosimeire Aparecida Mendes Lopes Universidade Estadual de Campinas
  • Maria Cecilia Cardoso Benatti Universidade Estadual de Campinas
  • Ricardo de Lima Zollner Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i2.8392

Palavras-chave:

Alergia ao látex. Luvas de látex. Saúde ocupacional.

Resumo

Identificar a prevalência de hipersensibilidade do tipo I ao látex nos trabalhadores das equipes médica e de enfermagem de uma unidade de terapia intensiva neonatal; identificar os fatores de risco associados; identificar associação na presença de manifestações clínicas de dermatite de contato, urticária, reações por inalação de antígenos dispersados no ar; identificar associação nas reações sugestivas de alergia ao látex em situações cotidianas. MÉTODO: Estudo descritivo de corte transversal com 96 trabalhadores da UTI neonatal do CAISM/ UNICAMP. Todos os sujeitos foram entrevistados, coletado sangue para teste ELISA (IgE específica ao látex) e submetidos ao teste cutâneo de punctura (TCP) com antígenos extraídos de luvas de látex. O teste exato de Fisher e de Mann-Whitney foi utilizado para a análise estatísticas dos dados. RESULTADOS: A prevalência obtida foi de 8%.Houve evidência de associação entre TCP e relato de uso diário de luva (p= 0.04); atopia (p= 0.02); eczema (p=0.01); alergia alimentar (p=0.009) para abacaxi (p=0.01), reação por aerodispersão (p=0,05) para ataques de espirros (p=0.03), respiração difícil (p=0.05) e angioedema (p=0.03).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosimeire Aparecida Mendes Lopes, Universidade Estadual de Campinas

CAISM/ UNICAMP

Maria Cecilia Cardoso Benatti, Universidade Estadual de Campinas

CAISM/ UNICAMP

Ricardo de Lima Zollner, Universidade Estadual de Campinas

CAISM/ UNICAMP

Downloads

Publicado

2016-09-12

Como Citar

LOPES, R. A. M.; BENATTI, M. C. C.; ZOLLNER, R. de L. Exposição ocupacional e hipersensibilidade ao látex nos trabalhadores das equipes de enfermagem e médica da uti neonatal de um hospital universitário. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 2, p. 161–161, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i2.8392. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8392. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Eixo 2 - Desenvolvimento de Ensino, Pesquisa e Extensão

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)