Cromatografia gasosa aplicada à produção de hidrogênio por reforma de etanol

Autores

  • Newton Pimenta Neves Junior Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i2.8362

Palavras-chave:

Reforma de etanol. Hidrogênio. Cromatografia gasosa.

Resumo

Há quase uma década, o Laboratório de Hidrogênio da Unicamp (LH2/UNICAMP) foi o precursor em apontar as vantagens de se produzir hidrogênio a partir da reforma do etanol da cana-de-açúcar, um combustível renovável, em substituição ao uso de combustíveis fósseis e gás natural. Embora a produção de grandes quantidades de hidrogênio por meio de reforma combustíveis, seja feita por diversos setores industriais, equipamentos de menor porte utilizando etanol ainda não atingiram estágio de desenvolvimento comercial e há uma grande disputa para o domínio desta tecnologia em todo mundo. Uma das etapas importantes nesse desenvolvimento diz respeito à análise das misturas gasosas concentradas produzidas, tipo gás de síntese, a fim de verificar o desempenho do equipamento, comparando com os valores teóricos obtidos de modelos termodinâmicos, e realizar o balanço de massa e energia do processo. Por outro lado, algumas aplicações energéticas, como as células a combustível tipo PEM, exigem hidrogênio de alta pureza, com o monóxido de carbono na faixa de 10 a 50 mmol/mol. Este artigo relata de forma sucinta os esforços desenvolvidos no LH2/UNICAMP para preparar e analisar misturas gasosas concentradas e traços gasosos em hidrogênio, visando dar suporte à pesquisa e desenvolvimento na produção de hidrogênio proveniente de fontes renováveis de energia, com destaque para a reforma do etanol.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Newton Pimenta Neves Junior, Universidade Estadual de Campinas

IFGW/ UNICAMP

Downloads

Publicado

2016-09-12

Como Citar

NEVES JUNIOR, N. P. Cromatografia gasosa aplicada à produção de hidrogênio por reforma de etanol. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 2, p. 146–146, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i2.8362. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8362. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 2 - Desenvolvimento de Ensino, Pesquisa e Extensão