Banner Portal
O grupo de pais enlutados como proposta de cuidado ao luto familiar.
PDF

Palavras-chave

Luto. Pais enlutados. Neonatologia.

Como Citar

RUBIO, A. V.; SOUZA, J. de L.; PERINA, E. M.; CARVALHO, F. L.; PETRECA, P. de P. C.; FRESTON, Y. B.; SANCHES, C. F. M. O grupo de pais enlutados como proposta de cuidado ao luto familiar. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 6, p. 156–156, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8357. Acesso em: 29 fev. 2024.

Resumo

A morte de um filho é um fenômeno que é percebido como uma fatalidade contrária a natureza e que acaba por interromper com expectativas e sonhos de uma família, produzindo uma dor intolerável, que pode agravar a elaboração do luto e influenciar no futuro da mesma. Segundo Freud (1917 [1915]), o luto é um trabalho psíquico, uma reação natural a perdas reais ou imaginadas que necessita de um reconhecimento social e de um espaço de expressão dos sentimentos para que o processo de elaboração seja bem-sucedido. Porém, o que se percebe na realidade é um silêncio em torno da perda e da dor desses pais, que ficam impedidos de expressarem seus sentimentos. Compartilhar o relato de experiência do grupo de cuidados paliativos do CAISM/UNICAMP, que há 11 anos desenvolve uma ação voltada ao cuidado ao luto parental, através do “Grupo de Pais Enlutados”.  O grupo de pais enlutados acontece mensalmente na instituição, com participação da equipe de cuidados paliativos (médico, psicólogo, fisioterapeuta, assistente social e enfermeiro) e pais que perderam seus filhos na unidade de Neonatologia. percebe-se que o grupo é uma oportunidade onde os pais podem compartilhar suas vivências, expressar seus sentimentos, dúvidas e fantasias em relação a morte do filho, tornando-se um espaço de troca e identificação entre os mesmos, auxiliando-os na construção de significações e representações que ajudem a elaborar o vivido e a realidade da perda.  O trabalho em grupo com pais enlutados ainda é pouco desenvolvido no Brasil e esta experiência vem demonstrando resultados positivos e integradores que podem estimular o desenvolvimento de ações terapêuticas voltadas ao luto nas instituições de saúde.

PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Andreza Viviane Rubio, Jussara de Lima Souza, Elisa Maria Perina, Fabiana Lima Carvalho, Priscila de Paula Cardoso Petreca, Yolanda Braga Freston, Cristiane Ferreira Mendes Sanches

Downloads

Não há dados estatísticos.