As sexualidades das crianças pequenas numa instituição de educação infantil

Autores

  • Ana Maria Neder de Almeida Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i2.8293

Palavras-chave:

Sexualidade. Infância. Vivências.

Resumo

A sexualidade é inerente ao ser humano. Tendo em vista os preconceitos e tabus que permeiam a sexualidade humana, transformando-a em assunto proibido e considerando o respeito à história de vida de cada um, torna-se necessário pesquisar e analisar o assunto, uma vez que gera conflitos frente às manifestações da infância. As famílias buscam “receitas” para educar bem seus filhos, especialmente na abordagem de questões da sexualidade, ainda sob a influência de uma cultura que sustenta seqüelas repressoras da sexualidade. Considero que a abertura para essa reflexão, para uma melhor compreensão dos aspectos que envolvem a infância, já é um grande passo a favorecer mudanças e, possivelmente, uma quebra nas raízes que por muito tempo sustentaram nossos medos, impedindo-nos de agir. Iniciei a pesquisa sobre sexualidade no berçário com o objetivo de provocar a fala sobre o assunto, já que existe um parecer de não reconhecimento da sexualidade do bebê. A pesquisa possibilitou algumas conclusões e permitiu uma reflexão prazerosa sobre esse movimento constante de aprendizado com o grupo de trabalho a respeito de conceitos e vivências individuais, que constroem cada uma das histórias por nós vividas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Maria Neder de Almeida, Universidade Estadual de Campinas

CCI/ UNICAMP

Downloads

Publicado

2016-09-12

Como Citar

ALMEIDA, A. M. N. de. As sexualidades das crianças pequenas numa instituição de educação infantil. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 2, p. 132–132, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i2.8293. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8293. Acesso em: 9 dez. 2022.

Edição

Seção

Eixo 2 - Desenvolvimento de Ensino, Pesquisa e Extensão