Diálogos difíceis

o trabalho do músico em aulas de dança

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/sinteses.v0i6.8277

Palavras-chave:

Música, Dança, Trabalho criativo, Músicos de dança

Resumo

Este trabalho de pesquisa, ainda em andamento, pretende investigar as relações profissionais, pedagógicas e artísticas que envolvem o trabalho dos músicos que tocam em aulas técnicas de dança. O foco principal da pesquisa é o Departamento de Artes Corporais da Unicamp que abriga, atualmente, três músicos com formação superior em música e pedagogia. Os fundamentos teóricos que sustentam este trabalho são, principalmente, a sociologia do trabalho, de Ricardo Antunes, e do trabalho artístico, de Liliana Segnini; as reflexões sobre o trabalho imaterial de Antonio Negri e Maurizio Lazzarato; a sociologia reflexiva de Pierre Bourdieu e Michel Burawoy e a filosofia dos sistemas simbólicos de Mickhail Bakhtin e seu círculo de colaboradores. A metodologia utilizada tem como base a observação participante e as entrevistas narrativas feitas com músicos de aulas, alunas, alunos e professoras de dança do Departamento. Pretende-se, com isto, problematizar as condições de um tipo de trabalho que, à primeira vista, poderia ser considerado como “criativo”, ou mesmo “educacional”, mas que, a partir de uma observação mais minuciosa, pode se mostrar envolvido numa lógica de trabalho passivo e repetitivo, aproximando-o, pela conjunção de forças de submissão e subalternidade, e da assimetria de poderes, dos trabalhos mais estandardizados e menos afeitos à criatividade de forma mais genérica. Os resultados obtidos até agora, ainda que parciais, já oferecem algumas amostras claras da presença forte desse conflito entre criação e estagnação, formação e adestramento, invenção e repetição.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jorge Luiz Schroeder, Universidade Estadual de Campinas

Doutor em Educação pela Universidade Estadual de Campinas. Professor do Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena e em Música, no Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas.

Lívia Carolina Oliveira, Universidade Estadual de Campinas

Coladoradora da Universidade Estadual de Campinas.

Downloads

Publicado

2016-10-27

Como Citar

SCHROEDER, J. L.; OLIVEIRA, L. C. Diálogos difíceis: o trabalho do músico em aulas de dança. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 6, p. 102–102, 2016. DOI: 10.20396/sinteses.v0i6.8277. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8277. Acesso em: 28 set. 2022.

Edição

Seção

Eixo 2 - Desenvolvimento de Ensino, Pesquisa e Extensão