Banner Portal
A institucionalização da extensão universitária na UNICAMP: modelagem da gestão da extensão
PDF

Palavras-chave

Extensão universitária. Organização da extensão. Institucionalização da extensão.

Como Citar

LIMA, Eloi Jose da Silva; MELLO, Manoel Guilherme da Silva. A institucionalização da extensão universitária na UNICAMP: modelagem da gestão da extensão. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 2, p. 123–123, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8263. Acesso em: 14 jun. 2024.

Resumo

Ao completar quatro décadas de existência notabilizando-se pela excelência no Ensino e na Pesquisa Científica, a UNICAMP ainda dava os primeiros passos na institucionalização da Extensão, inclusive para cumprir o preceito constitucional da indissociabilidade entre as três áreas, conforme o Artigo 207 da Constituição Federal do Brasil. Ainda relegada a um plano secundário, fragmentada, pouco prestigiada pelos docentes, com pequena participação no orçamento, não formalizada, não organizada e sistematizada na administração central através da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários - PREAC, a Extensão não dispunha de um Regimento Geral tal como o existente em outras universidades, como, por exemplo, a UNESP. Na atual gestão a PREAC iniciou o trabalho de institucionalização da extensão, promovendo a normalização, a regimentação e a organização de suas atividades; criando procedimentos formais, políticas e ações específicas – como exemplos de ações: os Editais para Projetos de Extensão Comunitária, os Congressos de Extensão, as “Disciplinas de Extensão EX”, novos Programas de Extensão e a criação de bancos de dados sobre as ações de Extensão Universitária. Couberam aos autores deste trabalho as tarefas de criação e redação das normas organizacionais que, hoje, formalizam e promovem a Extensão na UNICAMP. 

PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Eloi Jose da Silva Lima, Manoel Guilherme da Silva Mello

Downloads

Não há dados estatísticos.