Banner Portal
A importância da preservação do local de crime para a real identificação genética do agressor

Palavras-chave

Suspeito. Crime. Direito.

Como Citar

CARVALHO, S. K.; ROCHA, P. B.; JÚNIOR, D. E.; CUNHA, E. T.; AGOSTINI, R.; MOURAO, R. A importância da preservação do local de crime para a real identificação genética do agressor. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 2, p. 121–121, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8255. Acesso em: 2 mar. 2024.

Resumo

Neste trabalho foi comprovada a importância da preservação dos direitos de um suspeito, pois em média respeitando a cadeia de custódia um exame de DNA pode demorar até 60 dias para conclusão de um laudo. Neste estudo a identificação humana por análise do DNA de um pêlo pubiano encontrado em local de crime, onde 04 crianças foram brutalmente assassinadas demorou o tempo acima citado. No decorrer das investigações, um suspeito morador do bairro onde ocorreu o crime foi linchado até a morte por populares. Foram investigados 13 suspeitos, entre eles o que foi morto no bairro, analisado o material biológico e seus perfis genéticos comparados com o perfil genético do pêlo. Demonstramos que o resultado da ação da justiça direta chamada popularmente por “olho por olho, dente por dente!” ou “justiça feita pelas próprias mãos” resulta apenas em violência e não efetivamente a justiça.
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 S. K. Carvalho, P. B. Rocha, D. E. Júnior, E. T. Cunha, R. Agostini, R. Mourao

Downloads

Não há dados estatísticos.