Banner Portal
A cultura dos jogos dos povos indígenas: celebrando a memória indígena
PDF

Palavras-chave

Memória. Cultura indígena. Jogos indígenas.

Como Citar

CAMARGO, Vera Regina Toledo. A cultura dos jogos dos povos indígenas: celebrando a memória indígena. Sínteses: Revista Eletrônica do SimTec, Campinas, SP, n. 2, p. 117–117, 2016. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/simtec/article/view/8243. Acesso em: 12 abr. 2024.

Resumo

“O importante não é ganhar, mas celebrar” Esse é o lema dos jogos indígenas criados nos anos 90 com os irmãos Carlos e Marcos Terena, que utilizaram esse formato para reunir e possibilitar a criação de um espaço de diálogo e reflexão sobre a cultura dos povos indígenas no Brasil. O esporte entra nesse cenário como ferramenta que possibilita entre tantas, o respeito às diferenças e de promoção da diversidade cultural e étnica. A estrutura e formato dos jogos têm por base o caráter de composição da grande família, de modo que todos participam, promovendo a integração entre as diferentes etnias com sua cultua e esportes tradicionais, deste modo, a cultura indígena se faz presente e procura estabelecer uma comunicação com a sociedade não indígena e os jogos e esporte/futebol colaboram com a memória, o conhecimento da cultura indígena e na construção da cidadania indígena. A nossa intervenção, enquanto pesquisadores do processo, foi coletar as informações sobre os jogos e reconstruir com os mesmos os discursos e a importância dos jogos como celebração da cultura indígena.
PDF
Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2016 Vera Regina Toledo Camargo

Downloads

Não há dados estatísticos.